Ministério Público investiga vazamento de dados da empresa de pagamentos Stone

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) começou a investigar nesta terça-feira (6) o vazamento de dados da empresa de pagamentos Stone.

A companhia informou à Comissão de Valores Mobiliários norte-americana, a SEC, que havia passado por um ataque de hackers e chantagem, o que ocasionou o vazamento de dados sensíveis de seus usuários.

“Em 23 de outubro de 2018, percebemos que um indivíduo ou indivíduos divulgaram partes de códigos-fonte não materiais do software usado no sistema PSP Pagar.me e na plataforma Stone Pagamentos”, afirmou nota da empresa relatando o ocorrido, revelando também uma proposta de chantagem exigindo dinheiro para que não houvesse divulgação adicional do ataque.

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

Segundo Frederico Meinberg Ceroy, promotor de justiça, é responsabilidade do MPDFT fazer o incentivo de proteção de dados pessoais, além de conscientizar a população, empresas e órgãos públicos sobre normas e políticas relacionadas ao assunto.

Com a investigação, a Stone será convidada a depor e fornecer mais informações sobre o vazamento, mas, em resposta à VEJA, a empresa disse que ainda não foi formalmente notificada pelo Ministério Público.

“Gostaríamos de esclarecer que não há indícios de nenhum acesso, divulgação ou utilização de dados, informações pessoais de nossos clientes ou qualquer tipo de acesso à nossa infraestrutura ou efeito em nossas operações. Não temos nenhuma evidência de que foram acessados códigos-fonte materiais ou que tenha havido qualquer invasão a nossos sistemas”, revelou a Stone.

A companhia ainda relata que autoridades competentes foram informadas sobre o problema, assim como o mercado.

Fonte: VEJA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *