Facebook removeu mais de 14 milhões de postagens terroristas somente neste ano

Tudo sobre

Facebook


Nesta quinta (8), o Facebook divulgou alguns número de seu combate contra conteúdo nocivo na plataforma, e revelou que neste ano mais de 14 milhões de “postagens terroristas” foram removidas da rede social.

De acordo com os dados revelados, mais da metade desses conteúdos foram postados antes de 2018, o que é preocupante pensar que conteúdos que fazem alusão a atos terroristas ficaram tanto tempo para qualquer um ver. Mas, como é apontado pelo relatório do Facebook, o mais provável é que esses conteúdos não foram visualizados por muita gente. Afinal, as postagens que foram deletadas no primeiro trimestre deste ano ficaram na rede social por um tempo médio de dois anos e meio, e é meio improvável que um conteúdo terrorista que estivesse sendo visualizado pelos usuários ficassem tanto tempo sem receber uma única denúncia.

O dado mais importante mostrado pelo relatório é de que a quantidade de conteúdo atual removido tem crescido a cada trimestre. 1,2 milhão de postagens foram recentes removidas no primeiro trimestre deste ano, contra 2,2 milhões no segundo e 2,3 milhões no terceiro. E, ainda que o número de conteúdos denunciados pelos usuários também esteja aumentando, o Facebook se orgulha de ser “proativo”, sendo que 99% dos conteúdos deletados foram encontrados pela própria equipe sem a necessidade de denúncias.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Ainda que num primeiro momento o número de 14 milhões de postagens com conteúdo classificado como terrorista possa parecer grande, na verdade é difícil de quantificar o real tamanho desse número devido à enorme quantidade de postagens que são feitas na rede social todos os dias.

De qualquer modo, é um alento ver que a empresa está realmente preocupada com os tipos de conteúdos que são compartilhados em sua rede social, e tem criado maneiras de encontrar mais rapidamente novos conteúdos nocivos para removê-los.

Com o uso de algoritmos que conseguem identificar textos em 19 línguas diferentes em imagens e vídeos, o tempo médio para a detecção de conteúdos problemáticos na plataforma é de dois minutos. E, ainda que a detecção seja feita por algoritmos, praticamente todo o processo de remoção ainda é feito por funcionários humanos, evitando assim falsos positivos que podem dar à comunidade a impressão de que a empresa está perseguindo determinados usuários e temáticas.

Fonte: Tech Crunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *