AMD anuncia o EPYC 2: a primeira CPU de 7 nm para datacenters do mundo

Nesta terça-feira (6), a AMD apresentou, seu mais novo processador para servidores e datacenters: o EPYC de segunda geração, com codinome “Rome”. O evento, chamado AMD Next Horizon, foi realizado em São Francisco, EUA, onde a companhia também apresentou as primeiras GPUs de 7 nm já produzidas: as Radeon Instinct MI60 e MI50. Ambas as placas são direcionadas ao mercado corporativo.

O modelo topo de linha do EPYC Rome terá 64 núcleos, 128 threads e 8 canais de memória DDR4, introduzindo a arquitetura Zen 2 da AMD, com processo de fabricação em 7 nanômetros, o que proporciona melhorias substanciais em performance e eficiência energética. Os novos chips terão uma densidade de transistores duas vezes maior, consumirão a metade de energia (no mesmo nível de desempenho) e contarão com IPC 25 por centro superior (por núcleo) comparados com a geração passada. Além disso, outras vantagens destacadas no evento foram:

  • O dobro de performance por soquete;
  • 4 vezes mais performance em ponto flutuante por soquete;
  • Compatibilidade de soquete com a geração anterior (Zen+);
  • Compatibilidade de soquete com a geração posterior (Zen 3);
  • Tecnologia Infinity Fabric de segunda geração e nova topografia de chip;
  • Suporte para PCIe 4.0;
  • Suporte para até 4 TB de memória DDR4 por soquete;
  • 128 linhas PCIe de 4ª geração;
  • Segurança aprimorada com novas atenuações da vulnerabilidade Spectre.

Detalhando a topologia da microarquitetura Zen 2, as novas CPUs trazem um conjunto com 1 die de 14 nm ao centro, destinado ao controle I/O através da tecnologia Infinity Fabric, cercado por 2 grupos com 4 módulos de 7 nm, de cada lado. Cada módulo possui até 8 núcleos e 16 threads. O Infinity Fabric de segunda geração é a aposta da AMD para sanar o problema de latência no acesso às memórias das gerações Zen e Zen+.

Ainda ontem, a AMD aproveitou para fazer uma demonstração de desempenho do novo EPYC Rome. Foi realizado um benchmark de raytracing rodando o C-Ray (CPU floating-point performance), onde um sistema AMD EPYC 64 cores/128 threads de soquete único competiu (e venceu) contra um sistema Intel Xeon Platinum 8180M 56 cores/112 threads de soquete duplo.

Os novos EPYC Rome chegarão ao mercado em 2019, mas a AMD ainda não definiu uma data exata para seu lançamento.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *