Uber pede permissão para retomar testes com carros autônomos

Tudo sobre

Uber


A Uber solicitou, na última sexta-feira (2), uma nova permissão para retomar os testes com carros autônomos nas ruas do estado americano da Pensilvânia. A solicitação foi feita com a entrega de um relatório de segurança às autoridades de trânsito, citando novas regras de atuação para evitar acidentes e garantir maior monitoramento dos veículos durante o experimento.

Entre as medidas adicionais estão a presença de dois funcionários em cada carro, sendo um ao volante e outro trabalhando no monitoramento, além de restrições quanto à carga horária de trabalhos dos envolvidos nos testes. Além disso, o documento detalha a utilização de um sistema de freio automático, que usa sensores separados dos da direção autônoma para detectar obstáculos e parar o veículo, fora acompanhamentos à distância feitos por um time de parceiros da Uber, longe das estruturas da companhia.

O texto ainda cita uma série de melhorias no sistema de direção em si, que agora seria capaz de detectar obstáculos com maior antecedência e garantir uma ação mais rápida em caso de incidentes inesperados. Além disso, os motoristas envolvidos nos testes receberão treinamento dedicado a ocorrências desse tipo, sabendo exatamente no que devem prestar atenção e como agir caso as coisas ameacem sair do controle.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O pedido vem sete meses depois de um acidente fatal na cidade de Tempe, no Arizona, onde um SUV da Uber atropelou Elaine Herzberg, de 49 anos. O caso foi a primeira morte registrada durante os testes de veículos autônomos e levou à suspensão voluntária dos experimentos em vias públicas por parte do aplicativo de transportes.

Em investigação posterior, a polícia alegou que o motorista responsável pelo carro estava assistindo a um programa de TV no celular e que, caso estivesse atento à via, poderia ter evitado o acidente. O inquérito motivou a perda da licença da Uber para testes em vias públicas da Pensilvânia e levou a um maior rigor quanto a pedidos dessa categoria para todas as outras companhias envolvidas com a tecnologia.

Citando seu compromisso com a transparência, a Uber se comprometeu a cumprir todas as normas estaduais e federais relacionadas aos experimentos, bem como divulgar publicamente os mesmos relatórios submetidos às administrações públicas. A empresa disse ainda estar confiante quanto ao recebimento de uma nova autorização e espera poder retornar com os testes em breve.

Fonte: Uber, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *