Intel anuncia CPU Xeon Cascade Lake com 48 núcleos para 2019

A Intel anunciou o lançamento de um chip que vai integrar sua nova família de processadores Xeon para datacenters. Será uma CPU de 48 núcleos e 12 canais de memória DDR4, ainda sob o processo de fabricação de 14 nanômetros.

A nova família Xeon, denominada de “Cascade Lake Advanced Performance” será introduzida no mercado no primeiro semestre de 2019 e a plataforma suportará até dois soquetes. Os Cascade Lake AP serão os substitutos dos atuais Xeon Scalable Processors, os quais utilizam um único die por encapsulamento, com 28 núcleos e 56 threads. Já os novos Xeon terão vários dies num único encapsulamento, trazendo uma abordagem de arquitetura semelhante ao AMD EPYC, que foi duramente criticado pela Intel em seu lançamento: “quatro CPUS de desktop coladas juntas”.

Para a Intel, optar por vários dies menores foi a saída para evitar um único die, maior, e com mais probabilidade de apresentar falhas devido à microarquitetura de 14 nm. A companhia ainda não divulgou detalhes da topologia a ser utilizada nos novos chips. Aliás, não ficou claro o porquê da Intel não citar “threads” em seu anúncio. Algumas fontes publicaram que este Xeon topo de linha terá 48 núcleos e 96 threads, mas na página na Intel não consta esta informação, o que pode sugerir que a CPU não terá suporte para o Hyper-Threading (HT).

Ultimamente, a tecnologia HT tem sido foco de problemas relacionados a falhas de segurança e, talvez por isso, a Intel resolva não a incluir em suas CPUs para o segmento de alto desempenho destinadas ao mercado corporativo.

A empresa também aproveitou para revelar algumas informações a respeito de desempenho, onde afirma que, em performance geral, o Xeon AP de 48 cores supera o atual Xeon SP em aproximadamente 20 por cento, e o AMD EPYC em 240 por cento. A nova CPU será implementada com novas instruções AVX512, desenvolvidas para melhorar o funcionamento do processador em redes neurais ativas. Vale ressaltar que os testes foram realizados com o hyperthreading/simultaneous multithreading desabilitados em ambas a plataformas, Intel e AMD. Sendo assim, somente os núcleos reais foram usados.

Por hora, apenas um Xeon mais modesto foi lançado. É o modelo E-2100, com 6 núcleos e 12 threads, voltado para servidores de baixa capacidade.

Resta sabermos se a Intel poderá competir com os próximos AMD EPYC fabricados em 7 nm que serão lançados em 2019 e que poderão apresentar o dobro de núcleos/threads atuais, o que significa 64 cores e 128 threads no total.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *