Depois de muita confusão, Oppo decide não entrar no mercado brasileiro

Depois de muita confusão, chegou ao fim a novela da suposta vinda da Oppo para o Brasil. Desde julho deste, ano rumores de que a empresa começaria a operar na América do Sul surgiram e, semanas depois, veio a confirmação por parte de um representante local de que isso realmente aconteceria.

Só que, quando esse anúncio “oficial” apareceu, a sede da empresa na China negou e informou que não havia autorizado nenhum representante a começar a vender seus produtos de forma oficial no Brasil, muito menos no Paraguai. A essa altura, os representantes locais da Oppo já haviam inclusive convidado o TecMundo e outros veículos da imprensa nacional para um lançamento em Ciudad del Este.

Claramente, houve um mal-entendido sobre o papel que o Grupo MultiShop poderia desempenhar

Nesta segunda-feira (05), meses depois desse episódio, o pessoal do TudoCelular recebeu a confirmação de que o negócio foi realmente cancelado, e essa confusão não passou de um grande mal-entendido, provavelmente causado por traduções malfeitas para o português.

A história começou quando o grupo brasileiro/paraguaio MultiShop foi convidado pela representação da Oppo em Dubai a revender produtos da marca na América do Sul. A comunicação iniciada pela Oppo no Oriente Médio teria sido feita em português, mas alguns detalhes parecem ter causado desentendimento.

“Claramente, houve um mal-entendido sobre o papel que o Grupo MultiShop poderia desempenhar”, diz a nota oficial sobre o fim da parceria.

VIDEO

Ao que parece, os representantes brasileiros acharam que poderiam trabalhar com a marca da Oppo localmente, oferecer suporte ao cliente e se tornarem um braço local da chinesa. Enquanto isso, o pessoal em Dubai queria apenas uma revenda autorizada no continente.

Ficou acordado que a empresa local poderia apenas revender os produtos da Oppo, mas não atuar como representante da marca

Foi feita então uma reunião em setembro para acertar esses detalhes e resolver a confusão entre a sede chinesa, a de Dubai e a MultiShop. Ficou acordado que a empresa local poderia apenas revender os produtos da Oppo, mas não atuar como representante da marca.

Isso quer dizer que a loja no Paraguai continua na ativa, mas os planos de expansão para o Brasil foram cancelados.

Ainda assim, a MultiShop conseguiu um acordo de preferência para trazer a marca Oppo para América do Sul, caso a chinesa eventualmente decida fazer essa expansão.

loja oppo paraguaiRevenda autorizada da Oppo em Ciudad del Este, no Paraguai (fonte: Salém Mata)

“A Oppo possui um processo rigoroso de avaliação e preparação para entrar formalmente em novos mercados e regiões, que inclui uma cuidadosa análise para a escolha de parceiros de distribuição locais.

Por esta razão, considerando todo o trabalho realizado pelo Grupo MultiShop, sua dedicação, honestidade e a excelente preservação da imagem da Oppo desde janeiro de 2017 (data em que iniciou a venda de smartphones Oppo no Paraguai), a Oppo considerará recomendar o Grupo Multishop como canal preferencial de distribuição para o Paraguai e Brasil quando decidir, no futuro, entrar no mercado latino-americano”.

No fim das contas, toda a novela da vinda para o Brasil da Oppo e do seu Find X não passou de um grande mal-entendido causado por má tradução.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *