Análise | Notebook Avell G1550 Fox: bom desempenho e resfriamento para jogos

Um dos futuros dos games pode não ser somente a busca por gráficos cada vez mais potentes, mas a melhoria da portabilidade de dispositivos que rodem bons jogos. Se nos consoles, isso é dominado pela Nintendo, no universo dos PCs, a batalha continua em aberto.

Quem resolveu entrar neste mercado com força é a Avell. Em julho, a empresa chegou com seu novo modelo, o Avell G1550 Fox.   

HARDWARE PARRUDO

O Canaltech colocou as mãos em uma versão com processador Core i7 Oitava Geração e 16 GB de RAM, expansível até 32GB. O processamento gráfico fica por conta do conjunto de chipset da Intel, somado a uma NVIDIA GTX 1060.

Todos modelos trazem esta configuração básica, variando possibilidades de memória RAM e armazenamento interno. O modelo de testes do Canaltech tem um conjunto de 250 GB de SSD mais um HDD de 1 tera. Contudo a versão mais simples vem só com o SSD, o que pode se pouco para jogos. Para isso, o aparelho tem dois slots para armazenamento customizável pelo site.

Os destaques de entrada estão por conta de entradas USB-C e Mini Display, na parte traseira, o que permite conexão de várias telas.

Aliás, falando de tela, este notebook tem 15,6 polegadas em Full HD, com formato wide em LED. Com um contraste alto e bem definido para games, tem uso bastante confortável e favorece os gráficos dos jogos.

TECLADO PRIMOROSO, MAS APERTADO

Um dos pontos fortes aqui é o teclado mecânico retroiluminado, o que por si só já garante mais velocidade e redução de efeitos de “ghost’, isto é, quando você aperta a tecla, mas o aparelho não responde.

Cada peça aqui tem uma fonte de luz independente. Isso permite que você configure cada uma delas com a cor que quiser para seus principais jogos.

Um ponto obtuso deste teclado é a adição da parte numérica. Por ser uma versão gamer, a adição dos números não faz muito sentido e obriga que as teclas fiquem muito espremidas. Resultado: pode esperar muitos toques errados durante a jogatina.

VAMOS FALAR DE JOGOS?

Vamos a cereja do bolo deste aparelho. O conjunto do chipset da Intel com a Nvidia além de fazer bonito no desempenho, permite muita customização.

É possível regular opções de energia e desempenho, além de permitir ajustes menores como carregar um controle com o aparelho hibernando.

Pelos testes realizados pelo Canaltech, o notebook é capaz de rodar grande parte dos jogos mais recentes com qualidades no ultra e alta, em 60 fps. Se derrubar a taxa de quadros, ele ainda roda tranquilamente ultra, segurando os frames acima dos 30 fps.

Os testes foram realizados com games atuais e mais populares. Entre eles, estão Gear of Wars 4, Monster Hunter World e Fortnite.

Para Gears 4, o laptop rodou de forma lisa, sem nenhuma queda de frames travado nos 60 fps. A qualidade ficou no Ultra, fazendo com que o aparelho usasse grande parte de sua capacidade. O desempenho excelente e sem problemas.

Monster Hunter World exigiu um pouco mais do aparelho. Para o jogo rodar na casa de seus 60 fps, foi preciso colocar a resolução no alto. Mas o Avel G1550 Fox aguentou bem o tranco rodando de forma lisinha. Ele ainda aguenta um Ultra, mas com queda de frames para os 30 fps.

Por fim, a menina dos olhos da maioria dos jogadores, Fortnite chega rodando com muita qualidade neste aparelho. Ele foi configurado no Épico, sem nenhuma queda de performance na casa dos 90 fps na potência máxima do notebook.

Vale informar que os testes foram feitos com o aparelho ligado na tomada, ajustando o dispositivo para sua versão com alto consumo de energia.

A análise do Canaltech é de que laptop traz um desempenho bastante satisfatório, rodando os jogos atuais com alto nível de qualidade. Isso significa que ele deve rodar em boa forma os games mais recentes da atual geração de consoles, além do início da próxima. Com certeza, um aparelho feito para durar.

RESFRIAMENTO MINUCIOSO

Vale um bom destaque aqui para o excelente trabalho da Avell com o resfriamento de notebook. Ele tem dois coolers posicionados na parte de baixo: um só para o chipset da Intel e outro exclusivo para GTX 1060 da NVidia. O design ainda conta com uma grade de alumínio vazada que ajuda nas trocas de ar.

O aparelho ainda traz ajuste de velocidade das ventoinhas de forma simples para que não entende muito e tem um botão para ligar as turbinas no máximo.  

O G1550 Fox passou no teste da jogatina na cama sem transformar o colo em um forno. Mesmo no mais alto desempenho, as ventoinhas fazem um bom serviço em segurar a temperatura baixa.

Então, jogar naquele momento cativo antes de dormir, não vai ser um proble.a

BATERIA REGULAR

A bateria do G1550 Fox chega com três células de lítio. Isso significa umas 3 horas de autonomia em uso de redes sociais e navegação, mesmo com o dispositivo em alto desempenho. Já para jogos, este número pode cair para algo entre 1h30, no máximo duas.

Em testes realizados com o dispositivo fora da tomada, ficou evidente que o aparelho não foi feito para ter mobilidade durante as partidas. Mesmo assim, ele permite ajustar entre gasto de energia e qualidade gráfica do jogos.

Isso não é essencialmente um problema, mas uma escolha clara. A maioria dos laptops gamers foram feitos para serem utilizados ainda na tomada, apesar da mobilidade. Logo, isso não é diferente com o G1550 Fox.

Ainda assim, o aparelho segurar suas 1h30 em jogos parrudos como Gears 4 já é um belo desempenho.

O ponto mais negativo aqui, porém, é que a bateria não é de fácil acesso, não tem uma trava à mostra, com fácil retirada. Isto quer dizer que, caso a bateria vicie e você a queira trocar, vá precisar de assistência técnica para isso. Ou seja, abrir o aparelho.

Por outro lado, em se tratando de uma empresa brasileira, provavelmente, este serviço não vai ser um problema.

DERRAPADA NO DESIGN

Um dos pontos mais fracos deste aparelho é seu desenho externo. Apesar do aço escovado, ele possui traços quadrados e bastante antiquados, dando uma cara produto menos acabado do que é.

Mesmo com todas as qualidades, o desenho não convida os olhos e faz pensar que não é um produto de alta performance.

Ou seja, dá para ver que ele foi muito mais pensado para ser funcional que essencialmente bonito, de forma que todas as características de seu desenho têm uma função de desempenho, como a treliça em alumínio na parte de baixo.

Dessa forma, mesmo não tão bonito quanto outros aparelhos, este laptop compensa em boa performance, sendo que todo hardware fica em um chassi de apenas 2 centímetros de altura e 2 kg de peso.

VALE A PENA?

A opinião do Canaltech é de que para quem está procurando um bom aparelho para rodar os jogos mais atuais, o Avell G1550 Foz vai cumprir essa missão de forma muito satisfatória. Ele entrega todas as promessas que oferece no site oficial e garantir a jogatina de ponta por bons por cerca de três ou quatro anos.

Ele traz opções bem customizáveis para até aqueles mais exigentes em termos de jogos para computadores, com bons hardwares e softwares do mercado.

Por outro lado, o preço pode ser um empecilho, partindo da casa dos 8 mil reais na opção mais básica. Porém, nós não recomendamos o modelo somente com SSD de 250 GB, pois é pouco espaço para games.

A versão analisada pelo Canaltech traz ainda um HD de 1 TB além dos 250 GB do SSD, opção mais recomendada. Assim, você pode reservar o SSD para jogos mais parrudos e o resto do armazenamento para arquivos pessoais e games menos exigentes. Esta configuração fica na casa de 8.800 reais.

Caso você esteja disposto a encarar um aparelho entre 8 mil a 9 mil reais, este produto vale muito à pena. Ainda mais de uma empresa brasileira com assistência técnica e peças disponíveis em território nacional.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *