Samsung deve abandonar leitor de íris a partir do Galaxy S10

Anunciado junto com o Galaxy S7, o leitor de íris está presente nos principais smartphones topo de linha da Samsung atualmente, incluindo o S9 e o Note 9, mas a funcionalidade pode não aparecer no primeiro aparelho high-end da empresa do ano que vem, o suposto Galaxy S10.

Segundo rumores compartilhados por sites como SamMobile e PhoneArena, a fabricante sul-coreana vai abandonar o scanner de íris por causa de uma nova tecnologia que estará presente no Galaxy S10, o leitor de digitais ultrassônico.

De acordo com as informações vindas do perfil do Twitter Ice Universe, que costuma vazar novidades sobre aparelhos da fabricante, o sensor ultrassônico de digitais é mais rápido e vem integrado na tela. Diferente dos leitores presentes no mercado atualmente, a nova tecnologia da Samsung também possui uma cobertura maior e supostamente possui uma área de reconhecimento que funciona em  30% do display.

Os rumores também apontam que a nova tecnologia de reconhecimento de digitais deve ser exclusiva da Samsung por pelo menos metade do ano. As informações ganham ainda mais força quando levamos em conta uma patente registrada pela companhia na Europa falando justamente sobre um sensor capaz de reconhecer digitais em uma amplitude maior da tela. A imagem abaixo, vinda do site Let’s Go Digital, mostra uma prévia da funcionalidade.

O Phone Arena também aponta que a ausência do scanner de íris pode estar ligada ao design do smartphone. Com a nova tecnologia de leitura de digitais, o uso de um mecanismo extra pode acabar não tendo serventia e ocupando espaço demais. Se a Samsung seguir os seus padrões, o Galaxy S10 deve ser apresentado no primeiro trimestre de 2019, possivelmente na época da Mobile World Congress.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *