Morre o “verdadeiro” Super Mario, aos 84 anos

Calma! Você pode ter visto o título e pensado no pior para o personagem, mas não é bem assim: o Super Mario segue firme e forte com a Nintendo. Está tudo certo também com o ator Charles Martinet, que dubla o personagem desde 1990. Quem morreu foi o “verdadeiro” Super Mario, ou Mario Segale, o empreendedor imobiliário ítalo-americano que serviu de inspiração para o desenvolvimento do mascote da gigante japonesa dos games.

Na década de 1970, foi Segale quem alugou um galpão para Minoru Arakawa, que havia sido incumbido pela Nintendo de estabelecer o braço da empresa no Ocidente, escolhendo a Califórnia como sede. Arakawa viria a ser o fundador e primeiro presidente da Nintendo Of America.

Mario Arnold Segale alugou um galpão que serviu como a primeira sede da Nintendo of America, na década de 1970: personagem icônico da Nintendo foi nomeado em homenagem a ele (Imagem: Reprodução/BBC)
Mario Segale faleceu em 27 de outubro, segundo seu obituário, por causas não divulgadas (Imagem: Reprodução/Marlatt Funeral Home)

Em uma rara entrevista ao jornal The New York Times, Segale brincou que “ainda estava esperando os cheques dos direitos autorais”. Por causa do aluguel do galpão, Arakawa viria a contar a ele, anos mais tarde, que o “Super Mario” havia sido nomeado assim em homenagem a ele.

As causas da morte não foram divulgadas, mas Segale deixa a esposa, Donna, bem como quatro filhos e sete netos. Segundo o obituário publicado, Segale “sempre evitou a notoriedade e preferiu ser conhecido pelas conquistas de sua vida”.

Já o "Super Mario" dos games vai muito bem, obrigado: o jogo mais recente protagonizado pelo encanador italiano comedor de cogumelos — Super Mario Odyssey — é atualmente o título mais vendido do Nintendo Switch, com 12 milhões de cópias comercializadas.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *