Mercado Livre deve oferecer serviços financeiros com licença concedida pelo BC

O Mercado Livre está se aproximando cada vez mais do setor das fintechs. Segundo informações publicadas pela agência de notícias Reuters, a empresa conseguiu recentemente o aval do Banco Central para passar a oferecer serviços financeiros diretos, como empréstimos, sem a intermediação de terceiros.

Disse à Reuters o vice-presidente de operações do Mercado Livre, Stelleo Tolda: “Poderemos, por exemplo, ter uma conta com remuneração financeira, como já fazemos na Argentina. O mercado de serviços financeiros é muito carente em toda a América Latina e queremos democratizar o acesso”.

A licença deve ampliar o leque de produtos da Mercado Livre, que já conta com o sistema Mercado Pago de pagamentos e também oferece empréstimos intermediados por instituições terceirizadas. Mais além, a entrada da empresa no setor direto de finanças deve ampliar a participação de clientes corporativos, como micro e pequenas empresas, bem como startups de produtos.

Com a licença, a Mercado Livre passa a ser reconhecida não apenas como um marketplace do comércio eletrônico, mas também como uma instituição financeira. Ainda não há uma previsão para que quaisquer serviços da linha entrem em vigência.

Do marketplace às finanças: Mercado Livre obtém licença do Banco Central para começar a oferecer produtos e serviços como uma instituição financeira

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *