Thomson Reuters divulga as 4 taxtechs e cometechs que receberão sua mentoria

Na última quarta-feira (31), a Thomson Reuters realizou a segunda edição do programa Accelerator Day for Taxtech & Cometech, aceleração para startups na área fiscal e de comércio exterior.

Dentre as dezenas de startups inscritas, quatro empresas iniciantes foram selecionadas para receber mentoria por três meses: BirminD, de Sorocaba; Data Policy, de Brasília; Dattos, de São Paulo e LogComex, de Curitiba. Elas receberão apoio para aprimorar as inovações apresentadas durante as inscrições, incluindo-as nas suítes de soluções ONESOURCE TaxOne e ONESOURCE Global Trade, que proporcionam o cumprimento das obrigações fiscais, compliance, automatização de tarefas e gerenciamento dos processos de importação e exportação das empresas.

“A segunda edição do Accelerator Day foi um sucesso. Tivemos a oportunidade de conhecer mais detalhadamente os projetos das finalistas e entender de que maneira cada solução vai ao encontro das necessidades do mercado e como elas podem aprimorar os produtos e serviços que a Thomson Reuters oferece. São quatro projetos realmente inovadores que serão muito bem recebidos pelo ecossistema Fiscal, Tributário e de Comércio Exterior”, explica Menotti Franceschini, Head de Corporate Value Proposition da Thomson Reuters Brasil.

O processo de aceleração começa nesta quianta-feira (1º) e seguirá até 29 de janeiro. 

Na categoria Fiscal, a Data Policy, de Brasília, mostrou uma solução que permite análises e previsibilidade no segmento regulatório, utilizando automação, Big Data e Inteligência Artificial para prever o impacto que regulações importantes para cada negócio, inclusive riscos e oportunidades.

Na categoria de Comércio Exterior, a curitibana LogComex propôs a automação e unificação de dados sobre importações e exportações, ofertando o monitoramento em tempo real de mercadorias de forma transparente e integrada.

Na categoria Fiscal/Comércio Exterior, a sorocabana BirminD porpôs o uso de Inteligência Artificial no cálculo de aprimoramento de operações visando a diminuição das perdas de eficiência nas empresas; enquanto a paulistana Dattos elaborou uma ferramenta que coleta e padroniza de forma personalizável quaisquer dados das empresas, aprimorando rotinas e garantindo melhor produtividade na gestão.

“O Accelerator Day é um processo extremamente enriquecedor para a Thomson Reuters, pois conseguimos aliar o que está sendo feito por estas startups que se utilizam de tecnologias emergentes com a capilaridade e potencial que temos em nosso portfólio. Dessa forma, podemos gerar novas oportunidades para o mercado e gerar mais valor agregado para nossos clientes”, afirma Marcos Bregantim, diretor de produtos corporativos da Thomson Reuters Brasil.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *