Concorrente da Tesla demite executivos e força licença de funcionários

A Faraday Future, uma das empresas que busca entrar no mercado de carros elétricos, pode demorar ainda mais para colocar o FF 91 em produção. Nesta terça-feira (30), a empresa anunciou oficialmente a saída de dois grandes executivos. Mais que isso, por conta de problemas internos, a companhia vai forçar alguns funcionários a saírem de licença não-remunerada possivelmente até o final do ano.

Os dois funcionário que deixaram a empresa são Pete Savagian e Nick Sampson. Ambos trabalhavam como vice-presidentes de produtos dentro da empresa. A saída deles só marcou o início de um problema maior para a startup.

Ela anunciou que todos os funcionários que começaram na companhia em maio deste ano terão de entrar em licença forçada até o período entre novembro e dezembro, sendo que o futuro após isso é incerto. Nenhum funcionário receberá salário nesse período, com a empresa se limitando a pagar o seguro de saúde a eles.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Em comunicado publicado nesta terça, o grupo diretor informa que “essa foi uma decisão extremamente dura de ser tomada”.

O problema, contudo, data do início do ano. A Faraday Future recebeu a promessa de investimentos na casa de US$ 2 bilhões da empresa chinesa Evergrande Health, contudo, até o momento só recebeu US$ 800 mil. Ainda, por conta disso, a companhia disse que o grupo chinês está fazendo pressão e impedindo que outros financiamentos sejam feitos por fora para tentar tapar o rombo.

Em julho, a startup chegou a recorrer a árbitros internacionais em Hong Kong, os quais decidiram que a Evergrande não poderia impedir que investimentos externos fossem feitos. Contudo, após toda a polêmica, quaisquer pessoas que pensem em colocar seu dinheiro na companhia passa pelo medo de espionagem.

A Faraday Future fechou o anúncio informando que vai continuar seus esforços para buscar financiamento e tentar manter seu pessoal e fornecedores. Embora ainda não haja nenhuma garantia de que a empresa vai conseguir pagar sua produção, ainda é possível reservar a compra de um FF 91.

Fonte: FF

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *