Apple encerra assistência técnica ao iPhone 5

A Apple adicionou nesta semana o iPhone 5 à sua lista de aparelhos obsoletos, significando que o dispositivo não receberá mais serviços de assistência técnica e peças de reposição. A categorização já era esperada para o dispositivo, que foi lançado em 2012, e vale para todas as suas versões.

A única exceção é o estado americano da Califórnia, onde o iPhone 5 foi categorizado como “vintage” devido às restrições das leis locais, que impedem o fim do suporte definitivo a aparelhos antigos antes da marca dos sete anos desde o lançamento. Os aparelhos adquiridos por lá, então, continuam a receber atenção básica de suporte e manutenção até 2020, desde que, claro, esse serviço seja procurado, também, no mesmo território.

Normalmente, a Turquia também faz parte dessa categorização diferente, mas as leis locais com relação a obsolescência somente se aplicam a iPads e Macs, com o iPhone 5, então, estando descontinuado por lá também. No Brasil, claro, a mudança de status também está em vigor e não é mais possível receber serviços para o smartphone de cinco anos atrás.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A lista completa de aparelhos obsoletos pode ser encontrada no site oficial da Apple, com direito, também, às distinções relacionadas ao caráter de vintage nos territórios turco e americano. As categorias valem, também, para computadores, tablets, iPods e todos os produtos da Maçã, incluindo acessórios licenciados ou de fabricantes que pertençam a ela.

O iPhone 5 representa a sexta geração de smartphones da Apple, lançado originalmente em setembro de 2012. Sucessor do modelo 4s, ele foi criticado por se parecer demais com o antecessor, o que tornaria a troca justificada mais por elementos de hardware e também pela tela de quatro polegadas, uma novidade para a época. Por causa do dispositivo, foi detonada uma guerra de patentes contra a Samsung que vem sendo travada até hoje nos tribunais.

Fonte: Apple

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *