Rússia se prepara para novo lançamento do Soyuz após acidente recente

A Rússia já está planejando o próximo lançamento tripulado para a Estação Espacial Internacional, após o acidente do último dia 11. O país deve mandar três astronautas (ou cosmonautas, como gostam de chamar os russos) para a ISS com lançamento marcado para 3 de dezembro.

A ideia é que os tripulantes já estivessem lá na ISS, mas a agência espacial Roscosmos cancelou o lançamento desse time por conta de falha em um dos foguetes. Na equipe, estão o cosmonauta russo Oleg Kononenko, o astronauta canadense David Saint-Jacques, e Anne McClain, astronauta dos Estados Unidos.

A falha teria sido causada por que o sensor que deveria indicar a separação entre os dois estágios do foguete não funcionou. O Soyuz funciona em três estágios, sendo que este primeiro serve apenas para elevar os passageiros para fora da Terra e depois é descartado. Com o problema, um dos quatro propulsores não se soltou como deveria e bateu em um tanque de combustível, causando uma explosão.

O trio que tentou chegar à estação no dia 11 voltou para o solo em segurança logo depois. Contudo, Aleksey Ovchinin, da Rússia, e Nick Hague, dos EUA, não fazem parte do time que será enviado à ISS em dezembro, e devem chegar lá somente no ano que vem. Por conta disso, os integrantes que já estão lá na ISS (Alexander Gerst da ESA, Serena Aunon-Chancellor da NASA e Sergey Prokopyev da Roscosmos) devem voltar no final de dezembro à Terra, por volta do dia 20.

Ainda, há um lançamento não tripulado que foi adiado do dia 16 de novembro, por conta do incidente. Tal envio estava marcado para 30 de outubro.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *