O primeiro smartphone dobrável do mundo é o FlexPai, da chinesa Rouyu

Nada de Samsung ou Huawei: a primeira fabricante de smartphones a anunciar um dispositivo móvel com tela dobrável é a chinesa Rouyu Technology. Um tanto quanto desconhecida aqui no ocidente, a Rouyu saiu à frente nesta nova tendência do mercado — mas será que seu aparelho é bom o suficiente para bater de frente com os que estão por vir?

O smartphone, que se chama FlexPai, tem tela AMOLED de 7,8 polegadas e espessura de 7,6 mm, suas câmeras trazem 16 e 20 megapixels (grande angular e teleobjetiva, respectivamente), e a bateria de 3.800 mAh pode ser carregada em 80% com apenas 60 minutos na tomada. Não há ainda confirmação quanto ao processador, mas especula-se que ele seja um Snapdragon 8150 (o que faz do FlexPai o primeiro smartphone do mundo a usar este novo chipset, que é o sucessor do Snapdragon 845).

No vídeo abaixo podemos ver um pouco mais do smartphone dobrável FlexPai:

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

VIDEO

Nas imagens, vemos o que parece, na verdade, ser um tablet dobrável, que, quando dobrado, fica do tamanho de um tablet pequeno e “gordinho” — e não exatamente no tamanho de um smartphone que cabe em qualquer bolso. E, quando dobrado, parece que o usuário pode escolher que o aparelho exiba conteúdos diferentes em cada um dos lados da tela.

De acordo com o site chinês ITHome, o FlexPai será vendido por tempo limitado a partir de amanhã (1º) por um preço equivalente a US$ 1.291 no modelo com 6 GB de RAM e 128 GB de espaço, ou cerca de US$ 1.434 para a versão com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento. Uma terceira variante de 8 GB de RAM e 512 GB de espaço sai por mais ou menos US$ 1.864.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *