Ao sair da Google, Andy Rubin ganhou US$ 90 mi, apesar de polêmica sexual

Em 2014, Andy Rubin, o "pai" do Android, pediu demissão da equipe da Google. Na época, Larry Page, então CEO da empresa, declarou publicamente seu apreço pelas contribuições de Rubin ao sistema operacional, que, hoje, é usado em mais de 2 bilhões de dispositivos em todo o mundo. Só que, em 2017, veio à tona a notícia de que Rubin não teria saído da gigante porque queria criar a Essential: sua saída teria sido causada por um escândalo envolvendo um "relacionamento inadequado" com uma funcionária da empresa.

No ano de sua saída, uma das funcionárias da equipe de Rubin registrou uma queixa no RH da Google sobre a situação, que rendeu uma investigação interna, com a companhia encontrando evidências de que o comportamento de Rubin era impróprio para o local de trabalho. A Google, na verdade, não proíbe relacionamento entre funcionários, mas exige que, caso eles sejam da mesma equipe, um deles deve ser transferido a outro setor — o que não aconteceu.

Então, em vez de demitir Rubin por conta disso, a Google teria forçado ele a renunciar, firmando um acordo de US$ 90 milhões para tal — com o total sendo pago em parcelas mensais de US$ 2 mi. O último pagamento está previsto para o próximo mês, inclusive. De acordo com o The New York Times, Rubin foi somente um de três executivos do sexo masculino que foram denunciados com alegações de má conduta sexual, com dois deles recebendo "presentes" em dólares ao pedirem demissão, e o terceiro permanecendo na companhia.

Ainda de acordo com o jornal norte-americano, funcionários de alto escalão da Google recebem punições leves (ou, em alguns casos, punição alguma) por violarem políticas da empresa, o que inclui as denúncias de má conduta sexual. E, no caso de Rubin, ainda houve uma compensação financeira bastante generosa.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *