Google facilita controle de privacidade na pesquisa

A Google anunciou nesta quarta-feira (24) uma mudança que tornou mais fácil acessar e controlar as opções de privacidade relacionadas à sua ferramenta de busca. A partir de agora, o acesso aos recursos desse tipo pode ser feito diretamente da página de pesquisa tanto em versões mobile quanto desktop, levando o usuário diretamente à página de registros realizados pela plataforma.

Antes, para excluir o histórico de buscas ou entender como tais informações estão sendo usadas pela Google, era preciso acessar as configurações gerais da conta, um processo mais complicado e que levava mais cliques, além de dificultar o entendimento e localização do que era procurado. Com a mudança, basta um clique (ou dois, já que, nas versões mobile, o primeiro serve para abrir o menu hambúrguer) para chegar diretamente a tais informações.

Na tela seguinte, é possível ver os sites acessados recentemente por conta de buscas realizadas no Google e também as pesquisas que nos levaram até tais resultados. Em botões mais simples do que o que estava disponível anteriormente, é possível entender de que maneira essa telemetria é usada para melhorar as respostas de pesquisa e excluir todo o histórico de maneira fácil, com um único clique. A personalização de anúncios e os controles de atividade também aparecem aqui, mostrando, por exemplo, os registros de áudio e texto captados pela empresa em prol de maior usabilidade na plataforma. Tudo também pode ser desativado a partir da mesma tela.

Todas as opções aparecem ao lado de texto explicativos, em português brasileiro, e, em alguns casos, até vídeos que exibem a importância das opções e o que muda caso uma ou todas sejam desativadas. Desativar a localização, por exemplo, impede o Google de entender onde você está durante a procura por um restaurante, por exemplo, enquanto bloquear os registros de voz pode tornar a utilização de assistentes mais complicada.

De acordo com a Google, as novidades aparecem em caráter imediato para os usuários da busca em computadores e celulares, desde que a partir de navegadores. Atualizações para os apps de pesquisa no iOS e Android devem ser liberadas nas próximas semanas, enquanto outros serviços da empresa, a começar pelo Mapas, receberão os mesmos controles simplificados ao longo do ano que vem.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *