Firefox 63 ganha bloqueio contra rastreamento de anúncios

Já conhece a nova extensão do

Tecnoblog

?

Baixe Agora

A Mozilla liberou nesta terça-feira (23) a nova versão de seu navegador, que finalmente passou a contar com um bloqueio contra rastreamento de anúncios. Assim como adiantado em agosto, o Firefox 63 tem um novo recurso que impede a atividade de cookies de terceiros nos sites que você acessa.

Ele faz com que o Google ou o Facebook, por exemplo, fiquem proibidos de acompanhar sua atividade na internet. Essa análise serve para as empresas exibirem anúncios mais precisos, mas colocam a sua privacidade em segundo plano.

Firefox QuantumFirefox Quantum

Por enquanto, o bloqueio contra o rastreamento de anúncios ficará desabilitado por padrão. A Mozilla pretende acioná-lo no início do próximo ano. Enquanto isso, você pode habilitar o recurso por conta própria.

Para isso, basta abrir a área de configurações, ir até “Privacidade e Segurança” e selecionar o campo “Cookies de terceiros”. Nessa opção, você pode bloquear somente os cookies rastreadores ou todos os cookies de terceiros.

Como alguns sites podem parar de funcionar por conta do bloqueio, é possível abrir exceções quando uma página não abrir corretamente.

Bloquear rastreamento de anúncios no FirefoxBloquear rastreamento de anúncios no Firefox

Para a Mozilla, o novo bloqueio consegue um bom equilíbrio entre o interesse dos usuários, que desejam manter sua privacidade, e o de sites, que precisam dos anúncios para sobreviver.

“O recurso aborda de maneira mais cirúrgica o problema de rastreamento em vários sites sem a quebra e o bloqueio de anúncios em grande escala que ocorreram com a implementação inicial da proteção contra rastreamento”, afirma a organização.

Na mesma atualização, o Firefox recebeu outras melhorias, como a combinação do tema claro ou escuro de acordo com o que você definiu no Windows. A versão para iOS do navegador também ganhou uma integração com os atalhos da Siri, que permite abrir uma nova aba com comandos de voz.

Com informações: Mozilla, The Verge, The Next Web.

via Tecnoblog

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *