Alerta: aplicativos para Android podem monitorar quando você os desinstala

Uma nova reportagem da Bloomberg revela uma verdade inconveniente sobre o mercado de tecnologia: alguns aplicativos para Android têm usado “notificações fantasmas” para rastrear quando um usuário os desinstala do aparelho.

Ainda que as empresas aleguem que essa prática é utilizada para conseguir dados sobre mudanças e atualizações de um aplicativo, a reportagem afirma que o principal motivo para esse tipo de monitoramento é que essas empresas possam criar anúncios direcionados para convencer o usuário a voltar a instalar o app.

De acordo com Alex Austin, CEO da Branch Metrics, independentemente da terminologia usada, a prática é uma violação das regras de conduta da Google. O executivo classificou a atitude como "golpe baixo" e disse que é desonesto continuar rastreando um usuário mesmo depois de ele ter optado por parar de usar seu produto.

Esse rastreamento funciona da seguinte forma: em intervalos regulares, as companhias enviam uma “notificação fantasma”, que é recebida pelo app, mas que não é mostrada ao usuário. Essa notificação é, então, respondida pelo aplicativo. Caso algum dos programas não responda, isso significa que o app foi desinstalado e o servidor da empresa deixa o usuário “marcado”. Caso a companhia responsável pelo aplicativo crie um sistema de identificação única em cada cópia instalada, então seria possível que ela monitorasse individualmente cada cliente para depois criar anúncios específicos para o dono daquele aparelho.

Ainda não foram revelados detalhes sobre quais aplicativos utilizam essa técnica de monitoramento, mas as empresas que desenvolvem esse tipo de tecnologia que foram listadas na matéria da Bloomberg têm entre seus clientes a AT&T, Spotify e Yelp.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *