TextNow | Entenda a confusão das contas falsas e fake news no WhatsApp

Você provavelmente já deve ter ouvido notícias a respeito de esquemas de manipulação via WhatsApp, certo? Usando aplicativos geradores de números falsos, pessoas mal intencionadas encontram no recurso uma maneira esperta de criar perfis fakes graças a um “jeitinho” que, na verdade, não é brasileiro: serviços norte-americanos como o TextNow, por exemplo, permitem a criação de números de telefone estadunidenses que, por sua vez, são usados para gerar perfis enganosos no mensageiro.

De acordo com apuração da Exame, o serviço oferece um app grátis de VoIP (similar ao Skype, por exemplo), que funciona no Android, iOS, Windows e macOS. A diferença, aqui, é que, com o TextNow, qualquer pessoa pode criar uma conta para gerar um número de telefone válido nos Estados Unidos — e tudo isso totalmente de graça —, sendo possível, então, enviar e receber SMS e até mesmo fazer ligações para números igualmente dos EUA.

Tela do app com opções de números de celular para o usuário escolher (Imagem: Play Store)

De qualquer maneira, ainda que a intenção não seja enviar SMS e fazer ligações, o serviço acaba permitindo a criação de contas no WhatsApp “a torto e a direito” com números de telefone fictícios e que não estão atrelados a nenhum cidadão brasileiro. Basta configurar o número para criar o novo perfil do WhatsApp com uma conexão Wi-Fi e pronto, a restrição do WhatsApp que exige um celular válido para criar uma conta é burlada.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E, apesar de tudo, o TextNow não é um serviço ilegal, ainda que o app gratuito que gera números de telefone não seja o principal produto da empresa. Ela iniciou suas atividades com este app em 2009, mas, hoje, é uma rede móvel virtual que oferece planos de voz e dados e usa a rede da operadora Sprint para a cobertura de internet.

Em testes conduzidos pela Exame, de três números de telefone gerados, dois não foram aceitos para criar um perfil falso no WhatsApp, com o terceiro funcionando com sucesso.

Fonte: Exame

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *