A demissão de Kevin Spacey custou US$ 39 milhões para a Netflix

O último quadrimestre da Netflix não foi fácil em termos financeiros: a empresa reportou uma perda de US$ 39 milhões – e parece que Kevin Spacey é o principal culpado pelo prejuízo.

Na última segunda-feira (22) a empresa anunciou seus números do período final de 2017, e citou “custos inesperados devido a conteúdo não disponibilizado”. David Wells, responsável pelas questões financeiras da empresa, deu uma dica no relatório sobre a fonte dessas perdas, afirmando que estavam “relacionadas ao cancelamento de projetos devido a alegações de assédio sexual”.

Ninguém citou nomes, mas uma fonte anônima da CNN confirmou que a causa foram os projetos de Kevin Spacey.

Depois de denúncias de que Spacey tinha assediado sexualmente funcionários do set de House of Cards, em novembro, a empresa de streaming anunciou que cortaria laços com o ator – suspendendo a produção da sexta temporada da série temporariamente.

Spacey também iria estrear Gore, a cinebiografia de Gore Vidal – e, fora da Netflix, acabou trazendo prejuízos para a Imperative Entertainment, responsável pelo filme All the Money in the World, já que o diretor Ridley Scott teve d erefilmar todas as cenas do ator norte-americano.

Ainda assim, Spacey pode não ser o único ‘culpado’ pelo prejuízo da Netflix: o comediante Louis C.K também perdeu um especial de stand-up bancado pela empresa depois de ter admitido cometer assédio com cinco mulheres. Quatro alegações de estupro contra o ator Danny Masterson, da série The Ranch, causaram o congelamento temporário dessa série – que, assim como House of Cards, será retomada – mas sem um de seus principais atores.

via Superinteressante

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *