O impacto de atualizar o iPhone 5S para o iOS 11

Lançado em 2013, o iPhone 5S é o dispositivo mais antigo a receber o iOS 11. Smartphones e tablets da Apple geralmente têm alguma dificuldade em rodar atualizações do sistema após vários anos; será que este é o caso aqui?

O Ars Technica fez uma análise detalhada sobre o impacto do iOS 11 no iPhone 5S. Basicamente, a atualização parece valer a pena: a queda no desempenho é pequena, e você poderá aproveitar vários novos recursos.

“Tirar fotos, enviar e-mails e navegar pelos apps ainda é responsivo o bastante para ser utilizável”, explica o Ars, mas tarefas em segundo plano — como atualizar apps ou baixar diversas músicas — deixam o aparelho mais lento. Além disso, como o iPhone 5S tem apenas 1 GB de RAM, você verá mais abas em segundo plano sendo recarregadas no Safari.

A diferença no tempo em abrir apps é bem pequena na maioria dos casos; enquanto o tempo de boot aumenta de forma mais considerável. Este é o teste feito em iPhones resetados para o padrão de fábrica:

Se você for em Ajustes > Geral > Acessibilidade e desativar a opção “Reduzir Movimento”, essa diferença fica ainda menor:

Como lembra o Ars, o iOS 11 traz diversas novidades mesmo no iPhone 5S: o gerenciador de arquivos nativo, a nova Central de Controle, melhorias no Safari, Metal 2 para jogos, entre outros. (Alguns recursos ficam restritos para aparelhos mais rápidos, como o ARKit.)

Além disso, é preciso estar no iOS 11 para obter novas atualizações de segurança. Por isso, a recomendação é atualizar — ainda que você espere um pouco pela versão 11.1, mais estável.

Com informações: Ars Technica.

O impacto de atualizar o iPhone 5S para o iOS 11

via Tecnoblog

Deixe uma resposta