BTCChina anuncia fechamento e preço do bitcoin despenca

A BTCChina, uma das três maiores casas de câmbio de bitcoins do país, confirmou nesta quinta-feira (14) que vai interromper as operações de compra e venda de criptomoedas no final de setembro, seguindo uma determinação do governo chinês. O preço do Bitcoin, que já vinha sofrendo quedas depois das recentes notícias negativas, despencou 10% nas últimas horas.

A partir do dia 30 de setembro, nenhuma operação de compra e venda (trade) poderá ser feita na BTCChina. A empresa informou no Twitter que a decisão foi tomada após “analisar cuidadosamente o anúncio publicado pelos reguladores chineses no dia 4 de setembro”. O registro de novos usuários será desativado imediatamente.

Segundo a empresa, os serviços para mineradores continuarão funcionando. Além disso, a casa de câmbio BTCC, que também é operada pela BTCChina, mas tem sede em Hong Kong e atende a usuários internacionais, não será afetada pela decisão.

A China, que responde pelo maior volume de transações de bitcoins no mundo, decidiu proibir as operações de câmbio da criptomoeda, acreditando que a desordem poderia prejudicar a moeda oficial do país. A notícia teve forte impacto, já que as três maiores exchanges da China respondem por mais de 45% das movimentações globais. A BTCChina é a primeira das grandes a confirmar o fechamento.

O Bitcoin, que já se aproximou dos US$ 5.000 no começo de setembro, despencou para US$ 4.250 com a decisão do governo chinês. Após o anúncio do fechamento da BTCChina, a moeda está sendo cotada a US$ 3.470, uma perda de mais de 30% em duas semanas. Nas últimas 24 horas, a variação negativa foi de 9%. Nas exchanges chinesas, o tombo chegou a 17%.

Outras criptomoedas seguiram o Bitcoin e estão caindo globalmente nas últimas 24 horas, incluindo as cinco maiores: Ethereum (–10,56%), Bitcoin Cash (–13,76%), Ripple (–9,44%) e Litecoin (–19,16%).

Com informações: Reuters, TechCrunch.

Tecnocast 071 – Vale a pena investir em bitcoin?

Não é por acaso que tanta gente vem falando sobre Bitcoin. A criptomoeda já chegou a valorizar mais de 10.000% em apenas um ano e bateu recordes históricos em 2017: um único bitcoin passou a valer mais de dez mil reais. E muita gente acredita que o Bitcoin não apenas continuará essa subida exponencial, como um dia poderá substituir a moeda que nós temos.

Calma! Será que vale a pena investir em bitcoins? O que é minerar? O Bitcoin será a moeda corrente mundial? Como uma blockchain vive, se alimenta e se reproduz? Dá o play que a gente conta tudo!

BTCChina anuncia fechamento e preço do bitcoin despenca

via Tecnoblog

Deixe uma resposta