FaceID do iPhone X promete ser à prova de fotos, mas não de “gêmeos do mal”

Um dos destaques da apresentação que a Apple fez nesta terça-feira (12) foi o iPhone X, aparelho que estará disponível para o público a partir de 3 de novembro. Mais que o smartphone propriamente dito, um dos atrativos desse novo dispositivo foi a introdução do FaceID.

Durante a apresentação, foi mencionado que esse sistema vai oferecer mais segurança ao usuário na hora de desbloquear o seu aparelho, tendo em vista que ele não pode ser enganado por fotografias. Além disso, a empresa ressaltou que o sistema de reconhecimento 3D aprende com dados neurais, o que ajuda a identificar seu rosto com velocidade e precisão e até mesmo reconhecer mudanças temporais.

O sistema de reconhecimento 3D aprende com dados neurais

Outro detalhe importante referente a esse sistema é o fato de que é preciso olhar diretamente para ele, e caso o rosto esteja de lado o FaceID não vai habilitar o uso das funcionalidades do iPhone X. Aliás, vale mencionar que se você tiver um irmão gêmeo e não quiser que ele mexa no seu aparelho, é bom colocar uma senha para evitar problemas.

O iPhone X teve mais alguns detalhes revelados durante o evento realizado nesta terça-feira (12), e você pode conferir tudo o que foi dito sobre ele clicando aqui.

Em desenvolvimento…

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta