7 pais para quem todo fã de tecnologia deveria dizer: Feliz Dia dos Pais!

A chegada do Dia dos Pais nesse próximo domingo (13) acaba gerando duas ações bem comuns: a corrida pelo presente de última hora pro paizão e matérias especiais sobre a data. Como temos certeza que você é um bom filho e já está com seu presente embaladinho e cheiroso – pronto para ser entregue –, trazemos à você uma matéria especial com alguns dos verdadeiros pais da tecnologia. Bora conferir quem trabalhou duro para que você pudesse ler o TecMundo no seu smartphone em pleno 2017?

Embora em alguns dos itens seja difícil aplicar o teste de DNA e mostrar a paternidade definitiva do sujeito – já que, muitas vezes, temos indivíduos ou grupos trabalhando em projeto similares no mesmo período –, compilamos na nossa lista os nomes mais comumente associados a determinados produtos ou invenções. Confira os papais da tecnologia abaixo e diga quantos deles você já conhecia por seu trabalho ou legado para o setor:

1. Tim Berners-Lee

Pai da internet moderna

Provavelmente um dos figurões mais conhecidos desta listagem, o físico britânico é tido como o criador da internet como a conhecemos hoje. Assim, embora os louros da invenção da internet em sua forma mais primitiva fiquem nas mãos de Vint Cerf and Robert Kahn – que desenvolveram a rede para os militares norte-americanos –, é Sir Berners-Lee o responsável por trazer a web ao público geral com um trio de elementos (WWW, HTML e HTTP) que permitiram a navegação através de browsers.

2. Martin Cooper

Pai do telefone celular

Outro membro famoso do pelotão, Marty – como é conhecido pelos chegados – era o chefão da divisão de sistema de comunicações da Motorola quando recebeu a desafiadora missão de tirar os fios do telefone. Sua resposta? Reunir todos os engenheiros da empresa e criar o que viria a ser o primeiro aparelho celular da história, o Motorola DynaTAC. Caro, pesado e com uma autonomia de chorar (apenas 35 minutos de conversação), o dispositivo se tornou a base para todos os outros equipamentos mobile – sim, incluindo o seu smartphone repleto de recursos e funcionalidades.

3. Henry Edwards Roberts

Pai do computador pessoal

Quem manja do assunto conhece o norte-americano como Ed Roberts, o pai dos PCs. Não é para menos, já que o engenheiro foi o responsável por transformar os colossos da computação em um aparelho menor, mais acessível e que podia se popularizar entre o público geral. Utilizando um design compacto, processadores Intel 8080 e um empréstimo substancial junto aos bancos, o fundador da Micro Instrumentation and Telemetry Systems (MITS) deu vida aos computadores pessoais e entrou para a história com o Altair 8800 – o tataravô dos atuais e poderosos desktops.

4. Douglas Engelbart

Pai do mouse e da interface gráfica

Por falar em desktops e PCs, é bastante provável que você tivesse uma dificuldade tremenda de interagir com eles se não fosse a genialidade de Douglas Engelbart. Afinal, o norte-americano – Outro engenheiro de formação – foi o responsável por criar uma das ferramentas mais completas e intuitivas de interação com o computador: o mouse. Como se não fosse o bastante que sua inveção fosse relevante até os dias de hoje, Engelbart também criou as bases do que seriam as interfaces gráficas dos PCs e o conceito de hipertexto – com links abrindo novas portas para a informação digital.

5. Norman Abramson

Pai da rede sem fio

Mais um inventor a escolher pelo fim dos cabos e fios, Abransom criou a primeira rede wireless do mundo após perceber que a transferência de arquivos por vias telefônicas não estava acompanhando a necessidade crescente no compartilhamento e na transmissão de dados – isso na década de 1970, veja só. Com sua ALOHAnet, o havaiano criou uma rede capaz de transferir informações através de ondas de rádio em diferentes frequências do seu espectro. Os fundamentos da tecnologia, de quebra, serviram como guia para as tecnologias de internet móvel, do 1G até pelo menos o 4G.

6. Willard Boyle

Pai da fotografia digital

Outro cara que mudou a forma como o jogo é jogado no setor da tecnologia foi Willard Boyle, na época ainda um funcionário da Bell Laboratories. A criação do rapaz não tinha exatamente a ideia de jogar os filmes fotográficos eternamente para escanteio, mas foi exatamente o que aconteceu décadas depois de sua invenção. Afinal, estamos falando da criação do CCD, uma tecnologia de captura de imagens digitais que existe até hoje e está em todo tipo de equipamento, das câmeras profissionais e celulares a potentes telescópios e sondas que registram a imensidão do espaço.

7. Charles Babbage

Pai da computação

Enquanto todos os outros integrantes da lista estão mais próximos de nós, tendo trabalhado em seus projetos em algum ponto do século 20, esse cientista britânico nasceu em 1791, morreu em 1871 e, mesmo assim, foi capaz de criar o esqueleto do que seria um computador programável. A teoria de Babbage era que era possível construir um equipamento totalmente mecânico e de uso geral que poderia ser adaptado às mais diferentes tarefas. Apesar de ele não ter conseguido ver seu invento construído em vida, é inegável que Babbage era um homem à frente do seu tempo.

Menção honrosa – Alan Turing

Assim como o inventor acima, Alan Turing também exerceu um papel importante na criação de diversos conceitos modernos da computação, como a adoção de algoritmos para melhorar a capacidade de processamento e análise de dados. Sua Máquina de Turing, uma espécie de antecessor diretos dos computadores, foi a grande responsável por quebrar os códigos da Enigma, a grande máquina de criptografia dos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Turing também desenvolveu muitas das bases que hoje ainda são utilizadas no campo da inteligência artificial.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta