Bagunçado, eu? Computadores da NASA ‘surgem’ em porão de engenheiro morto

Tudo indica que a NASA não era exatamente bem-cuidada com os seus pertences há algumas décadas. Prova disso é que acabaram de encontrar dois computadores da agência e centenas de rolos de fitas magnéticas no porão da casa de um engenheiro recém-falecido. Ao que parece, o cidadão em questão era um funcionário da IBM que trabalhou em projetos do órgão na época das missões Apollo e achou que seria bacana ter o material no conforto do lar.

De acordo com uma reportagem do Ars Technica, o transporte dos equipamentos aconteceu em algum ponto do início da década de 1970 e, com toda a certeza, exigiu o uso de guindastes – já que, diferentemente dos desktops atuais, os PCs do passado eram gigantescos e extremamente pesados. Quando a família do falecido foi contatada pela agência, um dos herdeiros do engenheiro frisou que não se trata de material roubado, mas sim de aparelhos que foram cedidos a ele pela diretoria de um centro de pesquisa da IBM em Pittsburgh.

A NASA só soube do episódio por conta de um comerciante de sucata que foi chamado ao local para se desfazer do lixo armazenado no local e se deparou com peças que pareciam ter saído de um filme antigo de ficção científica. Como todos os brinquedinhos tinham a etiqueta da NASA, o profissional achou melhor entrar em contato com a agência espacial. O que poderia ser uma descoberta fantástica a respeito de algumas das missões mais importantes do órgão, no entanto, acabou se revelando apenas… sucata mesmo.

Ainda resta um mistério

Isso porque, segundo a análise dos peritos da NASA, nenhuma das 325 fitas magnéticas que estavam livres de danos e mofo tinha qualquer relevância histórica ou dados relacionados aos projetos da agência. A recomendação deles, então, foi da destruição imediata do material. Que chato, hein? Felizmente, para os aficionados pela boa e velha conspiração, ainda resta um mistério: não há nenhum arquivo da NASA que remeta aos dois computadores identificados com a placa “CONTRACT NO. NAS5-2154”.

Identificação com contrato misterioso junto à NASA

Porém, como a organização afirmou à família do engenheiro que não pretende tomar posse desses equipamentos, as chances são de que eles não trazem nenhum segredo digno de nota.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta