Sony Xperia L1: 5 prós e contras em relação aos concorrentes [vídeo]

O Xperia L1 é um smartphone intermediário lançado pela Sony para tentar atrair um público que busca um aparelho que vá além dos celulares de entrada, mas não quer pagar muito mais do que R$ 1.000. Por esse motivo, a empresa japonesa apostou em um hardware capaz de cumprir as exigências dos usuários, mas que também não vai muito além do básico.

Se você é uma das pessoas que está em busca de um aparelho confiável e relativamente barato, mas não tem certeza se o pacote oferecido pelo dispositivo traz benefícios suficientes para valer o investimento, então se informar sobre o dispositivo é uma boa ideia. Confira a seguir a lista que nós reunimos com os pontos fortes e fracos do smartphone intermediário.

Pró 1: corpo e tela resistentes

O corpo do Xperia L1 tem uma pegada boa e construção bastante sólida. Durante os dias que passamos testando o aparelho, ele não apresentou marcas ou riscos mesmo depois de algumas quedas em superfícies ásperas. Por mais que quedas mais bruscas ou em lugares com água certamente possam causar danos, impactos menores não devem ser motivo de preocupação.

Pró 2: Android puro

O celular vem com o Android 7.0 Nougat instalado de fábrica praticamente em sua versão pura, com apenas alguns apps extras e opções de customização na gaveta de aplicativos. Caso a Sony resolva trazer atualizações do sistema operacional, a proximidade com a criação original da Google deve agilizar a sua chegada ao celular.

Pró 3: bom desempenho para games

Por mais que o processador quad-core MediaTek do Xperia L1 não esteja entre os mais potentes usados em smartphones intermediários atuais, o aparelho surpreendeu pelo seu desempenho na hora de rodar jogos. Mesmo títulos mais pesados ou com taxa elevada de quadros por segundo, como Asphalt Xtreme ou Horizon Chase, rodaram sem problemas. O celular só demonstra alguns engasgos leves quando você vai trocar entre apps pesados e tem muitos deles abertos, mas isso não é frequente e não acontece durante as jogatinas.

Pró 4: dual-SIM e micro SD separados

Diferente do que acontece em muitos aparelhos chineses, a bandeja tem espaço separados para dois cartões nano SIM e para expansão de memória. Dessa forma, ele não exige que você deixe de usar um dos chips de operadora se quiser inserir um cartão micro SD para aumentar o espaço de armazenamento do celular. Nada de ter que ficar trocando de chips o tempo todo.

Pró 5: câmera traseira digna

A câmera da parte de trás do L1 vem com sensor de 13 MP e um sistema de foco automático capaz de produzir resultados agradáveis, especialmente se você estiver em ambientes bem iluminados. A qualidade cai um pouco em lugares escuros, mas ainda assim produz resultados dignos para um smartphone intermediário e dá para quebrar um galho.

Contra 1: bateria fraca

Mesmo sendo um pouco maior do que a bateria do Xperia XA1, as reservas energéticas do L1 conseguem ter uma vida útil pior. Os 2.620 mAh de capacidade do aparelho aguentaram apenas 7 horas e 9 minutos durante nossos testes de reprodução contínua de vídeo.

Na prática, isso significa que, caso você utilize o celular de forma intensiva, provavelmente vai precisar recarregá-lo no fim da tarde. Já se você usar o smartphone mais moderadamente, é possível até fazer a bateria aguentar um dia inteiro, mas para isso é necessário abusar dos modos de economia de energia da Sony.

Contra 2: armazenamento pequeno

Por mais que o desempenho do Xperia L1 na hora de rodar jogos pesados tenha sido muito bom, o fato é que você não vai poder curtir muitos deles. Isso acontece porque o celular vem com apenas 16 GB de armazenamento interno, dos quais quase 6 GB ficam ocupados só pelo sistema operacional.

Sobram cerca de 10 GB para você salvar todas as fotos, vídeos, músicas e apps que quiser. Mesmo utilizando um cartão micro SD para guardar o que puder, provavelmente não vai ter muito espaço sobrando para manter vários games pesados instalados ao mesmo tempo.

Contra 3: câmera frontal

Se a câmera traseira do L1 consegue fazer um bom trabalho em geral, a frontal é outra história. Ela até quebra um galho em ambientes externos bem iluminados, mas se qualquer fonte de luz forte estiver visível, sua foto vai acabar marcada por grandes manchas luminosas. Já se o ambiente estiver escuro, é praticamente garantindo que suas selfies vão sair ruins.

Contra 4: alto-falante mal posicionado

Assim como no XA1, a saída de som do Xperia L1 fica localizada na parte inferior do aparelho. Isso não incomoda durante o uso comum do celular, mas é só tentar assistir a um vídeo ou jogar no modo paisagem para sua mão acabar tampando o alto-falante e abafando o áudio. Além disso, o aparelho não inclui fone de ouvido na caixa.

Contra 5: preço

A Sony está vendendo o Xperia L1 aqui no Brasil com o preço oficial de R$ 1.199, o que sai R$ 500 mais barato do que o XA1. Mesmo assim, o valor cobrado pelo L1 está muito acima do que esperaríamos de um aparelho com as configurações que ele apresenta. É possível encontrar aparelhos muito melhores por valores mais acessíveis, como é o caso de vários dispositivos da linha Galaxy J da Samsung, além do Moto G5, o LG K10 e vários outros.

—–

E aí, o que você achou dos prós e contras do Xperia L1? Compartilhe sua opinião nos comentários abaixo e aproveite para conferir os links a seguir se quiser encontrar o aparelho com desconto.

Opções de compra

Melhores ofertas do Sony Xperia L1:

Melhores ofertas do Galaxy J5:

Melhores ofertas do Moto G5 Plus:

Melhores ofertas do LG k10 Pro:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta