Brasil registra queda de 13 milhões de linhas móveis em um ano

Os telefones celulares estão em todos os lugares e superaram até mesmo as linhas de telefone fixa no Brasil, algo inimaginável há 15 anos. Entretanto, aos poucos, a quantidade de linhas móveis também vem sendo reduzidas por aqui. Dados da Anatel mostram que, entre maio de 2016 e maio de 2017, foram desativadas 13,11 milhões de números, uma queda de 5,14%. Apenas no mês de maio deste ano, foram desligadas 217,03 mil linhas, uma retração de 0,09%.

Durante os últimos 12 meses, as operadoras Datora e a Porto Seguro lideraram a lista das que mais cresceram: enquanto a primeira ativou 70,34 mil novas linhas no período (aumento de 121,42%), a segunda ativou 135,55 mil novos números de telefone celular (crescimento de 36,64%). Entre as maiores operadoras do país, apenas a Vivo registrou crescimento: 952,20 mil novas linhas, aumento de 1,3%. Claro, Tim e oi apresentaram reduções de 4,35 milhões (-6,74%), 4,33 milhões (-6,63%) e 5,72 milhões (-11,95%) de linhas, respectivamente

Entre os meses de abril e maio deste ano, apenas Tim e Oi tiveram resultados negativos, com perdas de 311,21 mil (-0,51%) e 64,9 mil (-0,15%), respectivamente. A Datora e a Porto Seguro foram as que mais cresceram também nesse período, com 10 mil (+8,46%) e 21,01 mil (+4,34%) novas linhas, respectivamente. Vivo e Claro também apresentaram um balanço positivo entre abril e maio, com acréscimo de 134,92 mil (+0,18%) e 22,23 mil (+0,04%) novas linhas.

4G lidera

Em termos de tecnologia, a mais adotada durante entre abril e maio deste ano foi a 4G, com adição de 2,27 milhões de linhas (aumento de 3,07%). As linhas de dados para aplicações entre máquinas (M2M), ficou em segundo lugar, com 114,76 mil novas linhas (+0,85%). Ao longo dos últimos 12 meses, foram 38,98 milhões de novas linhas 4G (crescimento de 104,36%) e 1,83 milhão de novas M2M (aumento de 15,6%).

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta