Twitter está trabalhando em ferramenta de combate a notícias falsas

Twitter

As notícias falsas têm sido as grandes inimigas das redes sociais nos últimos tempos. Empresas como Facebook tem introduzido várias ferramentas e algoritmos para tentar barrar a disseminação deste tipo de conteúdo, já que ele tem colaborado de maneira significativa para a redução da credibilidade das redes sociais perante os usuários. Quem também está tentando combater a difusão de notícias falsas é o Twitter, que está estudando a possibilidade de inserir uma nova função no site de microblogs.

De acordo com informações da imprensa norte-americana, o Twitter está trabalhando para introduzir uma função que permita aos usuários marcarem conteúdo que contenha informação falsa ou danosa. Segundo fontes anônimas, a nova funcionalidade poderia consistir em uma opção localizada na aba de cada um dos tweets, permitindo que os usuários possam reportar o conteúdo. Todavia, o Twitter está estudando qual a melhor maneira de inserir a ferramenta, especialmente devido ao temor de que usuários possam usar o novo botão para manipular indevidamente o sistema e prejudicar a disseminação de informações.

Os rumores sobre a chegada da nova funcionalidade ainda não foram confirmados pela rede social, mas certamente trata-se de mais um esforço do Twitter para combater conteúdos que prejudicam a imagem da empresa e atrapalham a utilização da rede social como fonte de informação. Vários diretores e executivos da companhia manifestaram nos últimos meses o desejo de incorporar recursos e ferramentas para combater o fenômeno conhecido como "fake news", ainda que nenhuma das declarações ofereça detalhes concretos sobre quais são os planos da empresa.

Quando questionada sobre o novo recurso, a porta-voz do Twitter, Emily Horne, disse que não há "planos atuais para o lançamento" da ferramenta, acrescentando que ela não está sendo testada internamente pela companhia. A declaração pode fazer sentido se pensarmos que o foco do Twitter atualmente tem sido no combate a postagens ofensivas e de assédio entre seus usuários.

Caso a ideia de uma nova ferramenta para reportar conteúdo falso siga adiante, ela deve passar por intensivos testes internos antes de chegar a todos os usuários. Além disso, o Twitter poderá aliar o desenvolvimento de funções de aprendizagem automática e inteligência artificial para detectar indícios de possíveis contas falsas e notícias inverídicas.

Fonte: The Washington Post

via Canaltech

Deixe uma resposta