NASA está simulando impacto de asteróides na Terra para evitar catástrofe

Aster?ide

Pesquisadores da NASA estão trabalhando em um projeto para produzir simulações de hipotéticos cenários de impacto de asteróides na Terra. O trabalho consiste em produzir modelos 3D utilizando um dos supercomputadores mais poderosos da agência para ajudar socorristas, autoridades e outras agências a identificarem e tomar decisões mais precisas sobre a melhor maneira de se defender contra eventos deste tipo que possam ameaçar a vida das pessoas.

Em 2013, um asteróide atingiu a cidade russa de Chelyabinsk ferindo mais de 1.200 pessoas. O impacto do asteróide na Terra gerou uma onda de choque que quebrou janelas e danificou edifícios a 93 quilômetros de distância.

Os pesquisadores contam com o suporte do Escritório de Coordenação de Defesa Planetária da NASA para produzir as simulações de alta fidelidade de potenciais asteróides que possam vir a atingir a Terra no futuro. As modelagens estão sendo construídas nos softwares desenvolvidos pelos próprios laboratórios e departamentos da NASA.

Utilizando um dos supercomputadores da agência, os pesquisadores já conseguiram executar simulações em grande escala do evento de asteróides de Chelyabinsk. O feito só foi possível porque o software Cart3D, utilizado para construir as modelagens, é dezena de vezes mais rápido do que a modelagem numérica 3-D utilizada em análises aerodinâmicas. Os detalhes das simulações permitiram que a equipe de cientistas entendesse o que ocorre quando os asteróides se fundem e se vaporizam ao se separarem na atmosfera.

Os resultados da pesquisa serão importantes para que laboratórios nacionais, universidades e agências governamentais possam desenvolver planos de ação para o caso de uma catástrofe acontecer. As informações ajudarão os responsáveis a analisar os danos à infra-estrutura, o tempo de alertas, evacuações e outras atividades que possam proteger propriedades e salvar vidas.

Fonte: NASA

via Canaltech

Deixe uma resposta