LG e Samsung estão criando baterias à prova de explosão

O grande problema do Note 7 foi sua bateria que explodia, mas essa não foi a primeira vez que uma fabricante teve problemas com esse componente. Apple, Sony e LG são algumas empresas que já viram seus dispositivos explodindo ou esquentando ao redor do mundo. Algumas tecnologias, contudo, devem fazer com que a segurança das baterias seja algo mais promissor no futuro, como o solid-state.

Todo usuário que usa um smartphones já deve ter se decepcionado com algo relacionado a bateria. É claro que com o tempo esse componente foi melhorando graças à algumas tecnologias que nos permitem fazer carregamentos mais rápidos com ou sem fio, por exemplo, ou então estender a duração de energia a partir de módulos. Até a capacidade da bateria começou a mudar mais recentemente e hoje já encontramos aparelhos com 4.000 mAh ou até mais.

As explosões nunca foram uma preocupação muito comum ou recorrente, isso até o caso do Note 7. Desde então é comum que essa questão seja levantada tanto entre os usuários quanto na imprensa. É por isso que a Samsung e a LG estão desenvolvendo um novo tipo de bateria que deve tornar nossos dispositivos mais seguros nesse sentido.

AndroidPIT Smartphone Overheating 2583

O principal problema das baterias de Li-ion é o vazamento de eletrólitos / © AndroidPIT

De acordo com um jornal sul-coreano, o Korea Herald, ambas as empresas estão avançadas no que diz respeito aos estudos e testes que envolvem a tecnologia solid-state. Segundo o mesmo, a Samsung SDI, subsidiária da Samsung que fabrica componentes internos, já conta com a estrutura necessária para montagem e produção em massa desse novo tipo de bateria, que pode estar presente nos smartphones até 2020. 

Apesar de ser novo, o solid-state é uma opção mais viável para as empresas à curto prazo, visto que ele é relativamente mais rápido de ser produzido. Segundo Choi Jung-deok, analista do Instituto de Pesquisas da LG, o solid-state é o próximo padrão de bateria para os próximos 10 anos.

Quais as vantagens das baterias solid-state?

Uma das principais vantagens do solid-state é a segurança, ou seja, não estamos diante de um padrão que irá permitir que mais carga seja adicionada em baterias menores. O componente não faz uso de uma solução líquida de eletrólitos como acontece com as baterias de lithium-ion (Li-ion) que usamos atualmente, mas sim de eletrodos e eletrólitos sólidos.

Pode-se comparar a diferença aqui usando o HD rígido convencional com o SSD como base, onde o padrão com disco e agulha foi substituído por algo mais próximo a um pendrive.

AndroidPIT sony xperia z3 2

A Sony também já teve sua imagem desgastada por problemas relacionados a bateria / © ANDROIDPIT

Ao contrário das baterias convencionais, o solid-state não sofre com problemas de vazamentos, que é a principal causa das explosões. Além disso, o padrão do futuro é capaz de trabalhar melhor a resistência eletrônica afim de minimiza a taxa de auto-descarga, aumentando assim a retenção de carga energética, fazendo com que a bateria dure mais tempo mesmo quando estiver mais quente ou sendo mais usada.

De um modo geral, posso dizer que estamos diante de um grande passo para as baterias. O padrão solid-state é mais seguro, econômico e eficiente. É válido ressaltar que os avanços aqui não devem atingir o padrão de uso convencional de um smartphone topo de linha, por exemplo, que deve ficar dentro dos dois dias de uso convencional.

Você já teve problemas com a bateria do seu smartphone? O que acha dessa nova tecnologia?

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Deixe uma resposta