Esses são os recordes mais curiosos envolvendo celulares segundo o Guinness

O Guinness, o famoso livro dos recordes, é conhecido por registrar uma quantidade enorme das proezas mais absurdas da humanidade. Além dos marcos realmente importantes, existe uma série de recordes curiosos, para não dizer estranhos, e é claro que os celulares não iam ficar de fora dessa.

Sendo um dispositivo tão popular, praticamente no bolso de todas as pessoas, era de se esperar que eles fossem responsáveis por uma série de recordes malucos registrados pelo Guinness. Confira a seguir algumas das proezas mais curiosas que já foram realizadas com um celular:

Transmissão ao vivo em maior altitude

Um recorde bem específico, não? Mas ele tem dono: é o Huawei Honor 8, que realizou uma transmissão de vídeo ao vivo a uma altitude de mais de 18 mil metros preso a um balão atmosférico que decolou do Centro Espacial Esrange na Suécia.

VIDEO

Número de celular mais antigo do mundo

Esse redator que vos escreve tem orgulho de possuir o mesmo número de celular desde o ano 2000, mas isso não chega nem perto do recordista mundial: David Contorno, morador da cidade de Lemont, nos Estados Unidos, usa o mesmo número desde 1985, o mais antigo ainda em atividade. Se você quiser ligar para dar os parabéns ao dono dessa proeza, é só chamar (302) 550-0512.

O primeiro aparelho desse cara deve ter sido algo assim

Maior quantidade de celulares reciclados em uma semana

A empresa Sprint é especializada em reciclar celulares e conseguiu entrar no Guinness após ter processado 103.582 aparelhos em apenas uma semana, tudo isso para evitar que os dispositivos descartados façam mal para o meio ambiente.

O celular mais caro já fabricado

Não trata-se apenas de um simples aparelho e ele nem funciona melhor que a maioria. O “Le Million” foi criado pela GoldVish, uma empresa especializada em celulares de luxo. Feito com ouro branco de 18 quilates e 120 quilates de diamantes VVS-1, o dispositivo foi vendido para um empresário russo por 1 milhão de euros, cerca de R$ 3,78 milhões.

Arremesso de celular mais distante

Apesar de não ser mérito do celular (a menos que um aparelho mais leve tivesse uma vantagem considerável), o recorde de arremesso à distância de um aparelho é de Bem Langton-Burnell, um inglês que disparou um Nokia N5 a uma distância de 120,65 metros na edição de 2013 do Campeonato Inglês de Arremesso de Celular (sim, isso existe). Vale lembrar que Lagton-Burnell é lançador de dardos e já participou dos Jogos Olímpicos.

VIDEO

Arma em forma de celular mais poderosa

Ok, eu concordo que isso não seja exatamente um celular, mas como tem forma de celular e está no Guinness, serve para a lista. Trata-se de uma invenção croata para autodefesa, mas que foi proibida pela União Europeia por ser muito perigosa. A arma é capaz de disparar quatro balas calibre 22 e parece (mais ou menos) com um celular daqueles mais antigos.

VIDEO

Maior número de pessoas juntas vestidas de celular

Passamos do limite? Sim. Vamos colocar esse recorde na lista? Sim também. Afinal, não é todo dia, nem em qualquer lugar, que pessoas se reúnem vestidas de celular. Ainda mais quando são 330 pessoas em um evento organizado por uma escola no Reino Unido para levantar dinheiro para caridade. Os donos da marca anterior eram os 275 participantes de um evento organizado pela Motorola em Porto Rico. Certamente eles ficaram acabados com a perda do recorde.

Que coisa, não?

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta