Samsung apresenta sua própria solução para câmeras duplas

Samsung Logo

A tecnologia de câmeras duplas já é uma realidade, estando disponível em aparelhos da Apple, LG e Huawei que já estão no mercado. A Samsung, entretanto, parece estar correndo atrás do prejuízo e, por mais que ainda não tenha confirmado o uso da inovação no Galaxy Note 8, seu próximo dispositivo de grande porte, parece estar em estágio avançado no desenvolvimento de sua própria solução para essa finalidade.

A tecnologia proprietária foi apresentada durante o Mobile World Congress de Xangai, evento que acontece ao longo desta semana, e deve estar presente nos principais dispositivos de topo de linha do futuro próximo. O conceito foi comentado apenas rapidamente, mas funciona de forma semelhante à solução da Huawei, utilizando dois sensores com funções distintas.

O objetivo da dupla sempre é obter imagens de melhor qualidade. Na solução da Samsung, um dos componentes captura a imagem em cores, enquanto o outro é monocromático e serve para coletar dados de profundidade e iluminação. Tais informações são unidas para entregar ao usuário a melhor fotografia possível, mesmo em condições de baixa luminosidade ou movimento.

A diferença da solução apresentada pela empresa coreana está nos aspectos técnicos. Ela usa um sensor RGB com lentes de abertura de 2.0, abaixo do utilizado pela Huawei, e outro com densidade de pixels na casa dos 1.2 micrómetros, também inferior à concorrência. Isso significa reduções na capacidade de coleta de informações para ambos, mas para a Samsung, a redução parece estar compensada tanto na qualidade dos componentes proprietários quanto por sistemas de otimização em nível de software.

A empresa não falou muito nesse assunto, mas já existem especulações de que a solução apresentada, na verdade, seja voltada para os mercados de médio e baixo porte, não apenas em smartphones da própria Samsung, mas também de parceiros para os quais ela fornece componentes. Sendo assim, as reduções fariam sentido, uma vez que também resultam em partes mais baratas e compatíveis com dispositivos de menor poder de processamento.

Parece pouco, entretanto, para um dispositivo como o Galaxy Note 8, reconhecido por ser uma das principais ofertas da marca para o alto padrão – um público que exige mais das tecnologias que adquire. Essa redução, então, pode não ser exatamente o melhor caminho, indicando até mesmo que o phablet deste ano pode ainda não contar com um sistema de câmeras duplas.

A expectativa é de um anúncio do Samsung Galaxy Note 8 em agosto, com lançamento nos meses seguintes, de forma a não apenas fazer frente aos novos iPhones, mas também chegar antes deles no mercado. Falta pouco para que a estratégia da companhia nesse sentido se torne mais clara.

Fonte: Phone Arena

via Canaltech

Deixe uma resposta