Sem medo do perigo: polícia de Londres ainda tem 18 mil PCs com Windows XP

Com o fim do suporte oficial da Microsoft ao Windows XP em 2014, muitas organizações que ainda dependiam do sistema operacional acabaram migrando para versões mais recentes da plataforma, em especial para o Windows 10. A Polícia Metropolitana de Londres, no entanto, ainda não terminou sua transição e, em pleno 2017, ainda utiliza cerca de 18 mil máquinas com o sistema descontinuado. Claro que isso faz com que uma das principais forças policiais da capital inglesa fique em uma situação bastante frágil perante a invasores e malwares que se proliferam pela web.

Ao que parece, o órgão tinha como objetivo fazer o update para Windows 8.1 em todos os seus PCs até março de 2016, mas o cronograma não foi cumprido, fazendo com que mais da metade de seus 32 mil computadores continuassem a rodar o Windows XP. “Eles estão trabalhando para fazer o upgrade do software, mas sua situação atual parece a de um peixe nadando em um piscina cheio de tubarões”, analisou Steve O’Connell, porta-voz da Assembleia de Londres.

Partindo do princípio que Londres já sofre com repetidas ações de terroristas na cidade, mobilizando toda a sua força policial para garantir a segurança dos cidadãos, é um completo desserviço com o público e com os próprios policiais a presença de infraestrutura desatualizada e suscetível a ataques comuns ou planejados. Por mais saudoso que o XP possa ser para muitos usuários, sua condição de segurança é precária e faz com que ransomwares como o WannaCry e o recém-descoberto Petya tenham caminho livre para a criptografia de dados nessas máquinas.

A escolha pelo Windows 8.1 pode trazer problemas futuros para a polícia

Vale notar que mesmo a escolha pelo Windows 8.1 no lugar do Windows 10 na hora de fazer a atualização desses PCs pode trazer problemas futuros para a Polícia Metropolitana londrina. Isso porque a primeira fase do suporte à plataforma se encerra logo mais, no dia 9 de janeiro de 2018. A partir daí, o suporte estendido por parte da Microsoft só garante atualizações e correções de segurança rotineiras até 2023, quando o programa passa a seguir o mesmo caminho do Windows XP.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta