Ações do Snapchat têm baixa histórica

Snapchat

As ações do Snapchat atingiram uma baixa histórica nesta quinta-feira (15), fechando o pregão valendo US$ 17, o exato mesmo valor de sua abertura de capital. Com queda de mais de 4,9% nas negociações do dia, os papéis da companhia já acumulam uma redução de 30% de valor de mercado.

Nem parece a companhia que, em março, apresentou uma valorização de 40% apenas no dia de seu IPO, vendo as ações saírem dos US$ 17 iniciais para chegarem a um valor máximo de US$ 27,30. O clima de otimismo já começou com o preço inicial, acima do que previa e, acima de tudo, indicava o mercado, mas as coisas não demoraram a mudar. Duas semanas depois, começou um movimento de queda sucessivas e estabilização que culminou nos números atuais.

A preocupação é com relação à dificuldade no crescimento da base de usuários, principalmente com propostas vistas antes como “cópias” se tornando bastante utilizadas, como é o caso do Stories, do Instagram. Enquanto a rede social de imagens do Facebook permanece crescendo, a do fantasminha parece mostrar sinais de estagnação muito antes do esperado, algo que, agora, é refletido em seus papéis.

Os resultados desta quinta (15) não estão relacionados necessariamente a um evento específico, mas sim a esse movimento de cautela. Os resultados do primeiro trimestre de 2017 também ficaram abaixo das expectativas do mercado, com queda de 40% no número de downloads, o que ajuda a constituir o cenário em que o Snapchat não é mais uma aposta tão certa assim.

Por outro lado, alguns analistas têm uma visão mais favorável à companhia e lembram que baixas históricas em seu primeiro ano de operação são bastante comuns pelo simples fato de que não existe um período grande para se trabalhar. O Facebook, por exemplo, operou com valores próximos ao de seu IPO, US$ 38, durante mais de um ano após a abertura de capital. Hoje, suas ações valem cerca de US$ 150. Sorte de quem apostou, na época.

Enquanto isso, o próprio Snapchat tenta trabalhar com seus resultados negativos. A empresa afirma que os números atuais estão dentro do esperado e que, cada vez mais, aumenta a utilização pelos usuários já cadastrados, enquanto novos dificilmente são retidos. De acordo com a companhia, 60% das utilizações registradas acontecem entre amigos próximos, com utilizações específicas e que só podem acontecer ali.

A expectativa para esta sexta-feira (16) é de manutenção dos números. Sem eventos relevantes ou específicos para levarem as ações para cima ou mais para baixo, a previsão é que o Snapchat continue operando na faixa atual, enquanto trabalha para reverter uma situação que não se via enfrentando tão cedo.

Fonte: Mashable

via Canaltech

Deixe uma resposta