Sony Xperia XA1: 5 prós e contras em relação aos concorrentes [vídeo]

A Sony lançou o Xperia XA1 há pouco tempo aqui no Brasil, trazendo várias melhorias em comparação ao modelo antecessor do aparelho, o XA. Ele teve mudanças positivas no processador, quantidade de memória e em muitos outros itens, mas também trouxe uma série de novidades controversas e elementos que não se saem tão bem em relação ao que é oferecido pelos concorrentes.

No caso do novo dispositivo da Sony, será que os pontos positivos conseguem compensar os negativos e fazer a compra valer a pena? Ou os contras do XA1 são grandes demais? Se você estava pensando em investir em um celular intermediário, mas ainda não tem certeza se esse tem tudo o que deseja, então veja a nossa lista com os melhores e piores aspectos do smartphone.

Pró 1: câmeras boas

A Sony costuma vender seus sensores fotográficos para outras fabricantes usarem nos próprios celulares, então era de se esperar que ela saiba garantir a qualidade nos próprios aparelhos – a e foi isso mesmo que ela fez no XA1. A câmera traseira vem com 23 MP, bom foco automático e mais alguns itens que garantem fotos com boa resolução e cores.

A frontal, por sua vez, tem 8 MP e lente grande-angular, o que permite selfies bonitas e facilita a vida na hora de fazer os amigos caberem no enquadramento. Tudo isso vem junto com um ótimo software de câmera, que permite ajustar configurações de captura para cada necessidade. Os vídeos também têm boa qualidade e um eficiente sistema de estabilização. Em geral, o conjunto está à frente de muitos dos concorrentes na categoria de intermediários.

Pró 2: Android puro

O XA1 vem com o Android 7.0 Nougat instalado de fábrica e a interface escolhida pela Sony é muito próxima da versão pura do sistema da Google, com apenas alguns apps extras instalados. Além de trazer vantagens para uso, que fica mais fluido, isso também facilita a chegada de atualizações do sistema, que podem ser liberadas mais rapidamente porque necessitam de menos adaptações do que as versões mais modificadas de outras empresas.

Pró 3: bom desempenho

O processador MediaTek Helio P20 e os 3 GB de RAM do aparelho garantem que ele tem o poder necessário para rodar qualquer aplicativo ou jogo que você quiser sem sofrer com travamentos ou engasgos frequentes. É claro que o tempo de carregamento ou a qualidade dos gráficos em games exigentes não chegam ao mesmo nível de um top de linha, mas também não causam incômodo no XA1.

Pró 4: construção sólida

O corpo do intermediário da Sony é feito de metal bastante sólido, passando uma sensação de que o dispositivo é bem resistente. Mesmo que o design seja meio quadradão, o formato esticado e as bordas ligeiramente arredondadas permitem uma pegada confortável. O vidro tem a proteção Gorilla Glass, o que possibilita aguentar algumas quedas. Uma pena que ele não é à prova-d’água como alguns aparelhos mais antigos da fabricante.

Pró 5: dual-SIM verdadeiro e entrada micro SD

O XA1 vem com espaço para dois nano SIM e pode ter sua memória expandida com o uso de um cartão micro SD. E não tem pegadinha nenhuma aqui, já que você não precisa escolher entre usar dois chips de operadora ou aumentar o espaço de armazenamento do celular. Dá para fazer as duas coisas ao mesmo tempo sem problemas, diferentemente do que acontece em muitos aparelhos chineses.

Contra 1: bateria fraca

Uma bateria de 2.300 mAh parece pequena para você? No caso do Xperia XA1, ela realmente é. Usando de forma bem moderada e ativando o modo de economia de energia da Sony dá para aguentar um dia inteiro fora da tomada, mas é bom ter um power bank para o caso de emergências. No nosso teste, o smartphone aguentou apenas 7 horas e 41 minutos de reprodução contínua de vídeo, o que não é a pior vida útil que já vimos, mas fica longe de chegar perto das melhores, como a do Zenfone 3 Zoom, Redmi Note 4X e Galaxy A7.

Contra 2: tela HD

Não dá para falar que o display IPS LCD do XA1 é ruim. A tela tem 5 polegadas, resolução HD e bom nível de cores e brilho, produzindo imagens agradáveis. No entanto, muitos rivais intermediários com preços menores do que ele oferecem resolução Full HD. Se subirmos para faixas de custo mais similares à do smartphone da Sony, alguns concorrentes já chegam até com painéis AMOLED ou Super AMOLED, como é o caso do Galaxy A5 de 2017, por exemplo.

Contra 3: preço elevado

O Xperia XA1 chegou ao Brasil com o preço oficial de R$ 1,7 mil, um valor que não condiz muito com o pacote oferecido. Por menos do que isso é possível encontrar aparelhos que saem na frente em vários aspectos, especialmente se incluirmos os concorrentes chineses como o Redmi Note 4X. E se você estiver disposto a abrir a carteira mais um pouco, dá até para pegar aparelhos que são ligeiramente mais caros, mas muito melhores.

Contra 4: áudio com posição ruim

Por mais que a saída de som do aparelho consiga atingir um volume legal sem distorcer muito o áudio, a posição do alto-falante na parte inferior do celular traz uma desvantagem na hora de jogar games ou ver vídeos em tela cheia na horizontal. Nessas situações, é fácil sua mão acabar tampando a caixa de som e abafando o áudio.

Contra 5: design antiquado

Esse ponto é subjetivo e o estilo quadradão e esticado do XA1 pode até agradar você, mas para nós o design acabou dando um ar antiquado para o smartphone. Além disso, as bordas acima e abaixo da tela são simplesmente grandes demais, o que deixou o visual bem esquisito. Se isso não te incomoda, então pode ignorar esse ponto sem medo de ser feliz.

—–

VIDEO

E aí, o que você achou dos pontos fortes e fracos do Xperia XA1? Se quiser saber mais sobre o dispositivo, clique aqui para ler nossa análise completa. Mande sua opinião nos comentários e aproveite para conferir o link logo abaixo se quiser encontrar o aparelho com preços legais.

Opção de compra:

Melhor oferta do Sony Xperia XA1:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta