Carro voador da Toyota ainda precisa de muitos testes – ainda bem

Recentemente, falamos por aqui sobre o projeto de carro voador que a Toyota quer lançar até 2020, para que ele já apareça a tempo dos jogos olímpicos de Tóquio – mais do que isso, ela quer que o veículo seja usado para acender a chama olímpica. Ela não está sozinha, com a Uber e a Airbus também se dedicando a projetos parecidos, mas é sabido que fazer um veículo que carrega pessoas e voa não é a coisa mais fácil do mundo.

O carro voador da montadora nipônica poderá sair pelas mãos da startup Cartivator, que recebeu um aporte de US$ 350 mil da Toyota, mas, por enquanto, ele parece mais um drone desengonçadão. Um vídeo surgiu na internet mostrando o protótipo tentando alçar voo – e falhando miseravelmente.

VIDEO

Os criadores do SkyDrive, como o projeto foi batizado, colocaram bolas de basquete na parte de baixo como uma forma de amenizar o impacto das quedas que, ao que tudo indicam, já eram esperadas. Ainda assim, de acordo com uma nota do Associated Press, a estrutura metálica não aguentou muitas porradas e acabou quebrando, encerrando os testes prematuramente.

Ainda assim, parece que, mesmo que ele consiga sair do chão, o “carro voador” não deve ir muito longe ou carregar muita gente: a velocidade máxima é de pouco mais que 100 km/h em uma altitude de até 10 metros – tudo isso em um veículo de pouco menos de 2,9 metros de comprimento e 1,3 de largura.

A expectativa é de que um teste com um ocupante já seja feito no ano que vem e nós esperamos de verdade que ele já consiga voar melhor do que agora até lá.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta