Engenheiro deixa audiência do Twitch escolher como investir na bolsa

Você tem uma boa quantia em dinheiro e deseja investir na bolsa de valores, mas por onde começar? E se você realizasse um streaming ao vivo, reunisse milhares de pessoas e deixasse que elas votassem para decidir o melhor destino para as suas cifras no mercado de ações? É Pois é exatamente disso que se trata o StockStream.

Desenvolvido pelo engenheiro da Amazon Mike Roberts, a plataforma é um experimento social aos moldes do Twitch Plays, sistema que colocou nas mãos do público decisões sobre a jogatina de Pokémon e Dark Souls. No caso do StockStream, em vez de escolher qual passo tomar em um jogo, a galera escolhe onde investir na bolsa.

Apesar de contar com uma página dedicada a isso, com uma interface que lembra bastante a de um jogo antigo, a ideia não é exatamente nova. O seu criador relembra de iniciativas relativamente comuns no Reddit, onde usuários aceitam sugestões anônimas sobre quais ações comprar ou vender na bolsa de valores.

Palpite de todos

O StockStream é uma ferramenta simples, que funciona de um jeito bem básico. A cada cinco minutos, uma nova votação é aberta e então as pessoas podem sugerir comprar ou vender ações de diversas empresas. Roberts investiu US$ 50 mil na ideia, ou seja, é este o valor que o público tem para negociar compras e vendas na bolsa.

“O primeiro jogo multiplayer do mercado de ações do mundo a usar dinheiro de verdade.”

Quando uma rodada de votação é encerrada, Roberts adquire ou se desfaz das ações conforme estipulado pelo público — atualmente, 60 mil pessoas já participam deste jogo inusitado. A negociação é feita por meio do aplicativo Robinhood.

Um jogo comum

O mais interessante aqui é que, como em um fantasy game de futebol que gera pontos aos jogadores conforme o desempenho de atletas na vida real, o StockStream também gera pontuação aos seus participantes. Se você dá um palpite e as ações sobem, você ganha pontos; se o seu palpite vence a votação, mas tem mal desempenho na bolsa, você perde.

O próprio criador da plataforma reconhece que o sistema de pontuação ainda é um pouco confuso para a maioria dos jogadores, mas isso deve ser resolvido em breve com uma reformulação já planejada. Entretanto, uma coisa é certa: nenhum participante ganha ou perde dinheiro de verdade com a brincadeira.

Os trolls (ainda) estão longe

Com um grande potencial de ser tomado pela zoeira, o StockStream ainda está funcionando de forma bastante regular. Dos US$ 50 mil iniciais, Roberts ainda mantém US$ 26 mil em caixa, com uma quantia total que gira em torno dos US$ 50 mil — valor em mãos somado à quantia investida em ações.

StockStream tem momentos de bastante agito no Twitch.

Em conversa com o site Business Insider, o criador do experimento social comentou que tinha receio de o experimento social ser prejudicado por trolls tentando fazê-lo perder dinheiro. Apesar de alguns investimentos bizarros, no geral a coisa tem fluido muito bem e os jogadores têm escolhido opções “razoáveis” na avaliação do próprio investidor. Mas vale lembrar que este é apenas o primeiro dia do StockStream no ar, então tudo pode acontecer.

Outra ameaça ao jogo criado por Mike Roberts é a legislação em torno do day trading nos Estados Unidos. Caso o balanço de sua conta (o resultado final entre perdas e ganhos) caia abaixo de US$ 25 mil, ele fica legalmente impossibilitado de continuar investindo. Assim, além de ficar de olho nos trolls e nas dicas da audiência, o engenheiro da Amazon precisa torcer para que as suas ações não afundem e, junto delas, o seu experimento.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta