WhatsApp ajuda adolescentes a se expressarem melhor, indicam estudos

whatsapp

Recentemente, estudos revelaram que as redes sociais têm um efeito negativo para a saúde mental de jovens, em especial o Instagram, que foi considerada a plataforma com maior potencial de arruinar a autoestima dessas pessoas. Agora, um novo estudo mostrou que o WhatsApp contribui de maneira positiva na vida de adolescentes.

A pesquisa foi realizada pela faculdade de educação da Universidade de Haifa, em Israel. De acordo com Arie Kizel, que participou do estudo, o mensageiro faz com que os adolescentes se comuniquem melhor, se expressando mais abertamente do que conseguem fazer ao vivo, o que pode contribuir para com a construção de relacionamentos mais próximos entre os jovens.

Kizel declarou que as conversas em grupos estimulam a confiança entre os membros do bate-papo, depois de ter acompanhado 16 adolescentes com idades que variam entre 15 e 17 anos. Um dos voluntários teria alegado que se sente mais seguro e com mais chance de se aproximar de seus colegas por meio do WhatsApp, em comparação com o dia a dia na escola.

Outro participante declarou que “no WhatsApp, geralmente sinto que não estou sendo julgado, principalmente porque não há contato visual ou físico. Então eu sinto mais intimidade e segurança, me exponho mais e não é embaraçoso, talvez porque eu não vejo as reações físicas daquelas pessoas”.

Ao final do estudo, os pesquisadores chegaram, então, à conclusão de que aqueles jovens que usam redes sociais 24/7 acabam ficando mais tristes, ansiosos e menos saudáveis, uma vez que existe uma estreita relação entre o uso das redes sociais e a saúde física, social e mental, mas que o mensageiro tem auxiliado jovens a interagir de maneira saudável.

Via: Economic Times

via Canaltech

Deixe uma resposta