Qualcomm acusa Apple de fazer chantagem e forçar interrupção de pagamento de royalties

A briga entre Apple e Qualcomm está longe de terminar. Em mais um capítulo, a empresa de semicondutores acusou a Apple de estar fazendo chantagem, instruindo seus fornecedores a não pagarem os royalties que devem à dona do Snapdragon. O objetivo seria limitar os recursos financeiros da Qualcomm para forçá-la a desistir do processo milionário.

Para quem não acompanhou a disputa, a Apple disse estar sendo obrigada a pagar royalties até mesmo por recursos que não teriam nenhuma relação com a Qualcomm, como o Touch ID ou tecnologias de câmera do iPhone. Então, a Qualcomm revidou, afirmando que a Apple divulgou informações imprecisas e interferiu em negociações, prejudicando a empresa.

Foto por Kārlis Dambrāns/Flickr

Além disso, o iPhone 7 ficou no centro da guerra por trazer modens LTE de duas fabricantes: Qualcomm e Intel. Segundo a Qualcomm, a Apple a impediu de fazer comparações para mostrar que seu produto era melhor que o da Intel, e teria “capado” propositalmente o modem da Qualcomm para evitar que ele fosse superior ao da concorrente.

Como resultado, a Apple decidiu interromper todos os pagamentos de royalties à Qualcomm enquanto a disputa não terminar. Mas, agora, a Qualcomm está acusando a Apple de ter instruído quatro fornecedores (Compal, Foxconn, Pegatron e Wistron) a também não repassarem os pagamentos. Na verdade, a Apple não está repassando os royalties a esses fornecedores, que por sua vez não conseguem pagar a Qualcomm.

“A Apple está querendo tornar o litígio insuportável para a Qualcomm e, assim, conseguir por meio de um acordo forçado o que sabe que não pode conseguir por meio de um processo judicial”, diz a Qualcomm ao jornal Barrons. A Qualcomm afirma que as estratégias da Apple são “escandalosas”, e quer obrigar os fornecedores a pagarem os royalties, mesmo sem o repasse por parte da empresa de Tim Cook.

Aguarde os próximos capítulos.

Com informações: 9to5Mac.

Qualcomm acusa Apple de fazer chantagem e forçar interrupção de pagamento de royalties

via Tecnoblog

Deixe uma resposta