iPhone e iPad podem ter causado queda de avião, dizem investigadores

Da Redação

26 de maio de 2017 – 18h17

Eles analisam se um iPhone 6S e um iPad Mini 4, pertencentes ao comandante do vôo, podem ter sido conectados a um soquete inadequado causando uma fuga térmica

Investigadores franceses estão analisando a possibilidade de que dois dispositivos móveis da Apple possam ter causado o acidente com o Airbus A320 que fazia o voo 804 da Egyptair e caiu no Mar Mediterrâneo quando seguia de Paris para o Cairo em 19 de maio do ano passado.

De acordo com um relatório ao qual o Le Parisien teve acesso, oficiais franceses ordenaram uma investigação para determinar se o voo foi derrubado por um incêndio resultante de dispositivos móveis superaquecidos. As autoridades egípcias sustentam que o avião foi derrubado por terroristas. Em dezembro do ano passado, autoridades do país disseram ter encontrado traços do material explosivo TNT em algumas das vítimas do acidente.

Agora, eles estão analisando se um Apple iPhone 6S e um iPad Mini 4, pertencentes ao comandante do voo, podem ter sido conectados a um soquete inadequado localizado na cabine do avião — possivelmente causando uma fuga térmica.

Três especialistas, incluindo um engenheiro do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica, juntamente com um professor de física e um engenheiro especializado em tecnologia de baterias do Ministério da Defesa do país, foram retidos para completar a investigação sobre o assunto, segundo o diário francês.

Os resultados da investigação devem ser apresentados até 30 de setembro.

Em resposta, a Apple disse ao Le Parisien que não tem conhecimento de nenhuma evidência ligando seus dispositivos ao acidente. No entanto, a empresa acrescentou que está disposta a cooperar com as autoridades para elucidar o caso.

via IDG Now!

Deixe uma resposta