Anatel deve iniciar bloqueio de celulares irregulares ainda em 2017

Plano da Agência de Telecomunicações é que as operadoras comecem a avisar os usuários em julho para que os bloqueios tenham início 75 dias depois.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) se prepara para iniciar no segundo semestre o bloqueio de celulares irregulares no Brasil. A proposta atual prevê que serão bloqueados os celulares que não tenham certificação da Anatel e IMEI válido no banco de dados da GSMA, órgão internacional que reúne as empresas de telefonia móvel. 

De acordo com a Agência, a ideia inicial é que a partir do fim de julho as operadoras comecem a enviar mensagens aos usuários para avisar que o aparelho não é regularizado. No entanto, o bloqueio só poderá ser feito 75 dias depois disso – ou seja, apenas a partir de setembro ou outubro. 

A discussão sobre o que fazer com o chamado “mercado cinza” de celulares já vem se arrastando há cerca de três anos. Por isso mesmo, membros da indústria de telecom apoiam que o bloqueio deve começar a funcionar no prazo planejado. 

Segundo comunicado da Anatel, os aparelhos sujeitos ao bloqueio são principalmente os vendidos irregularmente no mercado nacional – comumente chamados de “xing ling”.

Vale destacar que a determinação de bloqueio da Agência não inclui a chamada base de aparelhos legado desse tipo nem os celulares sem certificado do órgão, mas com número de IMEI válido.

Há alguns dias, a Anatel determinou que o site Mercado Livre pare de vender os chamados microcelulares, cada vez mais usados por detentos em prisões.

via IDG Now!

Deixe uma resposta