Garoto de 11 anos surpreende experts em segurança ao hackear seus aparelhos

Não há dúvidas de que podemos encontrar algumas crianças com habilidades especiais ao redor do globo, e certamente podemos encaixar Reuben Paul nesse grupo. O garoto, que é um estudante da sexta série e tem apenas 11 anos, deixou vários experts em segurança boquiabertos ao hackear seus aparelhos.

A demonstração de Paul foi feita durante o World Forum in The Hague, e envolveu o seguinte procedimento para fazer com que seu urso Bob, que é conectado à nuvem via WiFi e Bluetooth para enviar e receber mensagens, funcionasse: após conectar um Raspberry Pi em seu notebook, ele começou a procurar os aparelhos na sala que possuíam conexão Bluetooth, utilizando esse recurso para baixar dezenas de números.

Na sequência, ele recorreu à linguagem Python para hackear seu urso utilizando um dos números, fazendo com que ele ligasse e começasse a gravar áudios.

“De aviões a automóveis, de smartphones a casas inteligentes, qualquer coisa ou qualquer brinquedo pode ser parte da Internet das Coisas. De exterminadores a ursinhos de pelúcia, qualquer coisa ou qualquer brinquedo pode ser transformado em arma”, comentou o garoto, que surpreendeu diversos especialistas como é possível ver nas mensagens a seguir:

“O que você faz quando tem apenas 11 anos? Hackeia seu urso! #respeito”

“Perplexo com Reuben, o garoto de 11 anos, e o seu urso Bob”

“O futuro de cibersegurança no palco da ONE, o garoto de 11 anos Reuben Paul”

Alerta sobre segurança

A essa altura, muitas pessoas devem estar se perguntando sobre o intuito da demonstração de Paul, e a resposta é simples: mostrar às pessoas como aparelhos que fazem parte da Internet das Coisas podem ser facilmente hackeados.

“Foi divertido, mas acredito que as pessoas não vão esquecer a mensagem: uma Internet das Coisas segura antes que a Internet dos Brinquedos se transforme na Internet das Ameaças”, comentou o garoto em uma mensagem publicada no Twitter.

Ele também comentou, em entrevista ao site AFP, como é fácil se conectar a esses dispositivos utilizando Bluetooth.

“Muitos aparelhos que se conectam à internet tem uma funcionalidade Bluetooth. Eu basicamente mostrei como posso me conectar e enviar comandos a ele, gravando áudio e brincando com a luz. Eletrodomésticos da Internet das Coisas, coisas que podem ser usadas em nosso dia a dia, nossos carros, luz das geladeiras, coisas como essas que são conectadas podem ser usadas e transformadas em armas de espionagem que podem nos prejudicar”, explicou Paul.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta