Cibercriminosos enviam links divulgando ‘o áudio de Temer gravado pela JBS’

Ontem (18), uma notícia do O Globo implodiu o Brasil e a internet: uma gravação feita pelos donos da JBS mostraria o atual presidente Michel Temer comprando o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, que hoje está preso. Além disso, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) também teria pedido uma propina R$ 2 milhões da companhia frigorífica. 

Phishing é um método de ataque simples, baseado no desconhecimento da vítima

Exatamente por isso, a população está buscando maneiras de saber mais detalhes sobre a gravação de Temer, o que virou um maná para cibercriminosos propagarem um golpe de phishing. Caso você não saiba, phishing é um método de ataque simples, baseado no desconhecimento da vítima — por isso, se traduzirmos, temos algo como “pescaria”. Cibercriminosos utilizam links atraentes ou mexem com a ganância de um usuário de PC (vide emails com prêmios em dinheiro) para ter sucesso ao implantar um malware. Sobre isso, você pode saber mais aqui.

“Nesta manhã, começou a circular um email atribuído ao colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, que contém um link que levaria para o áudio que Joesley Batista disse ter gravado com o presidente. O link, porém, leva a um site malicioso”, relatou a Folha de S. Paulo

Normalmente, sites maliciosos que são utilizados em phishing servem para roubar dados sensíveis de usuários. Por dados sensíveis, podemos colocar fotos, vídeos, mensagens, até senhas de banco e acesso remoto do dispositivo.

Até o momento, não há qualquer áudio divulgado pela imprensa

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta