Temer é gravado dando aval para compra de silêncio de Eduardo Cunha

O presidente Michel Temer foi gravado dando aval para uma compra de silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha, de acordo com O Globo. A gravação foi realizada por Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, companhia produtora de proteína animal, e entregue no gabite do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Duas gravações entregues ao STF entregam ações de Michel Temer e Aécio Neves

De acordo com o diálogo gravado, Michel Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PDMB-PR) para resolver um assunto com a controladora da JBS, J&F. Logo em seguindo, Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley Batista, dono da JBS. Dessa maneira, o atual presidente Temer ouviu de Joesley que estaria entregando ao ex-deputado Eduardo Cunha uma mesada para ficar calado durante estadia na prisão. 

Na gravação, ao saber sobre a compra de silência, Michel Temer havia dito: “Tem que manter isso, viu?”, corroborando a ação. Outra gravação — via grampo —entregue ao STF mostra Aécio Neves, senador da República pelo PSDB, pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley.

Mais informações, você pode acompanhar a denúncia no jornal O Globo.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta