Duas características que deixam o Moto Z Play longe da perfeição

O Moto Z Play possui grandes proporções quando comparado aos demais smartphones com 5,5 polegadas de tela: são 156,4 x 76,4 x 6,99 mm. Agora verdade seja dita, quando comparado ao iPhone 7 Plus (158,2 x 77,9 x 7,3 mm), com a mesma diagonal de tela, nem parece assim tão grande.

Ao lado do Moto Z Play existem ótimos recursos, o primeiro deles é, sem dúvidas a bateria, um monstro. Antes de passar a usá-lo, estava testando o Galaxy S8 e, assim como a água é diferente do vinho, a autonomia de energia do Z Play oferece horas de uso a mais em comparação com a flagship da Samsung. Para se ter uma ideia, consegui usá-lo por quase dois dias sem ter que carregar, de toda a minha experiência com smarthones Android, este é com certeza um recorde.

AndroidPIT lenovo moto z play 9623
O Moto Z play vem com uma capinha de personalização para corrigir a protuberância da câmera e proteger o imã de conexão com os Snaps / © AndroidPIT

O software também é um ponto positivo, bastante limpo, atualizado e oferece uma experiência similar a do Android stock, já oferece a chance de usar o Google Assistente (mesmo que ainda em inglês) e não apresente problemas como engasgos e congelamentos do sistema. O sensor de impressão digital é super rápido e o alto-falante posicionado na parte frontal consegue entregar uma ótima experiência de áudio durante o consumo de vídeo e áudio. Isso somado à qualidade da tela faz dele um bom smartphone para jogos também, apesar das suas 165 gramas.

Porém, existem duas características que me fizeram passar este aparelho adiante: a câmera e a falta de concorrência na construção dos Moto Snaps.

Opinion by Camila Rinaldi

A câmera do Moto Z Play é ruim.

O que você acha?

A câmera do Moto Z Play é ruim, em especial em situações de baixa luminosidade, apesar de possuir um modo de baixa luminosidade. Outro problema é a estabilização da lente, capturar fotos em movimento é quase impossível. Se você estiver dentro de um carro ou ônibus, desista, pois as imagens saem borradas. E isso, infelizmente, torna banal o acesso rápido à câmera usando gestos. Logo, capturar fotos com o Moto Z Play exige muita concentração e boa iluminação.

Aí você pode até pensar que talvez a qualidade das imagens capturadas com a câmera não seja tão boa porque a Motorola oferece o módulo de câmera Hasselblad True Zoom, certo? Não, infelizmente, o uso conjunto do Moto Z Play com este Moto Snap fica abaixo das expectativas. O que me leva ao segundo grande problema do aparelho.

Opinion by Camila Rinaldi

Não existe competição verdadeira entre os criadores de módulos para a linha Moto Z.

O que você acha?

Não existe competição verdadeira entre os criadores de módulos para a linha Moto Z, e isso me dá uma imensa tristeza. A Motorola é a empresa que chegou (e ainda pode estar) muito perto de dar continuidade à ideia de smartphones modulares. Bom, a LG desistiu dos LG Friends e, sinceramente, até o momento, não está bem claro o que será dos usuários do LG G5 ou LG G5 SE, que adotaram logo de início a ideia de um aparelho modular.

Para se ter uma ideia, se hoje um usuário do Moto Z Play não curtir a qualidade de imagem proporcionada pela Hasselblad True Zoom, não pode recorrer a nenhum outro produto nesta área, pois este é o único Snap da categoria (até o momento). E é disso que estou falando: a falta de concorrência no que toca o (difícil) mercado de módulos. Uma solução seria padronizar os sistemas de conexão destes módulos, mas até aí todas as empresas falharam, em especial a Google e o Projeto ARA.

Por fim, nestas três semanas que passei com o Moto Z Play, posso dizer que, apesar de excelentes qualidades, não consegui viver com o fato da câmera ficar abaixo das minhas necessidades e não conseguir ver concorrência no desenvolvimento dos Snaps. Porém, são duas características que podem (e devem) ser revistas e melhoradas na segunda geração da série Moto Z.

Você concorda?

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Deixe uma resposta