O Dia da Terra está logo aí, é comemorado no dia 22 de abril, e a Google tratou de finalizar o reboot de um de seus aplicativos mais famosos no passado: o Google Earth. O serviço havia ficado ultrapassado ao longo dos últimos anos, principalmente porque exigia um software no dispositivo e oferecia recursos que a maioria já usava no Google Maps. Agora, o Earth traz ferramentas exclusivas mais poderosas, incluindo um sistemas de imagens em alta resolução turbinado pela cobertura de drones.

A interface foi redesenhada e segue basicamente a identidade visual de todos os produtos atuais da companhia. A primeira coisa que você vai reconhecer é o sistema de navegação do Maps: orientação por meio dos ícones no canto inferior direito, que traz opção de bússola, zoom in/out, imagens em 2D ou 3D, modo Street View e posicionamento por geolocalização. As novidades, entretanto, podem ser melhor vislumbradas com as ferramentas no canto superior esquerdo.

Versão para aparelhos Android devem chegar ainda esta semana e para iOS e outros navegadores devem demorar um pouco mais

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=O-XidwKsKAE]

“Com o novo Earth, queremos abrir diferentes lentes para você ver o mundo e aprender um pouco sobre como tudo se encaixa. Para abrir a sua mente com novas histórias, dando-lhe uma nova perspectiva sobre os locais e experiências que você preza. É tudo o que você ama no Google Earth, além de novas maneiras de explorar, aprender e compartilhar. Aproxime e veja quais aventuras o aguardam”, diz o anúncio no blog The Keyword.

Para explorar esse mundão

Uma tour pelas novos recursos mostram que a equipe da Gigante das Buscas levou bastante em consideração o feedback dos usuários e as tecnologias que despontaram desde o início do Google Earth.

Pesquisa: a primeira opção depois do menu no início da página e a pesquisa. Com ela, basta digitar um endereço ou nome que as opções surgem na tela, com uma sugestão da mais popular. Aqui dá para notar o poder das fotos em alta resolução, principalmente quando a câmera “viaja” contigo até o destino

Voyager: o item seguinte traz um leme de barco, que traz notas especiais, com viés turístico, cheio de belas imagens e comentários ilustrados. Uma boa para quem quer montar um roteiro de viagem, por exemplo, ou para quem é apenas curioso sobre nosso planeta

Estou com Sorte: ao clicar no ícone de um dado, você é levado de forma randômica para um dos 20 mil lugares menos conhecidos no planeta

Meus lugares: você pode importar uma lista completa, a partir de arquivos KML e KMZ

Compartilhar: é possível dividir as informações via link, Facebook, Twitter e Google+

This is Home: uma viagem para casas tradicionais de diferentes culturas ao redor do mundo

As configurações gerais trazem ainda velocidade de exibição de animação, detecção automática de região, mudança de unidades de medida, entre outras opções. Vale destacar que tudo isso é compatível com o navegador Chrome e a versão dedicada para Android deve chegar ainda esta semana. Aparelhos iOS e outros browsers ainda devem demorar um pouco para receber o novo Google Earth.