EUA decidem não liberar ligações telefônicas via celular durante voos

Voar de avião geralmente não é a experiência mais prazerosa do mundo, com filas grandes de embarque, inspeções de segurança, espaço apertado na aeronave, entre outros. Isso poderia ficar ainda pior: os EUA planejavam abrir um precedente e liberar ligações telefônicas em voos comerciais. Felizmente, a ideia foi derrubada.

Foto por Unsplash/Pixabay

Ajit Pai, presidente da FCC (equivalente americana à Anatel), diz em comunicado oficial que quer continuar voando em paz, sem ninguém berrando ao celular no avião:

Eu me junto aos pilotos de avião, aos comissários de bordo e aos americanos que fazem viagens aéreas — sou contra o plano mal concebido da FCC de 2013 que permitiria fazer telefonemas via celular em aviões. Eu não acredito que avançar com este plano seja de interesse público. Descartar esse plano permanentemente será uma vitória para os americanos em todo o país que, como eu, valorizam um momento de silêncio a 30.000 pés de altitude.

A proibição da FCC vale apenas para ligações tradicionais de voz, não para VoIP; no entanto, a maioria das companhias aéreas nos EUA já proíbe chamadas via Skype e semelhantes.

Faz 26 anos que a FCC proibiu telefonemas a bordo, por medo de que os sinais do celular pudessem interferir nos sistemas de comunicações de aeronaves. Isso não é mais uma preocupação: muitos aviões têm suas próprias torres de celular a bordo para fornecer filmes e séries aos viajantes.

Assim, em 2013, a FCC sugeriu relaxar essas regras. No entanto, como nota o USA Today, o plano foi criticado por pessoas que viajam de avião, já que isso tiraria a paz delas durante o voo. Em uma consulta pública, houve quem ficasse apreensivo com “passageiros ignorando as instruções de segurança, brigando entre si por causa do ruído ou, possivelmente, ajudando terroristas a coordenar ataques”.

O Departamento de Transportes recebeu feedback igualmente negativo e, por isso, propôs exigir que as companhias aéreas avisassem aos clientes que eles poderiam ser “expostos” a chamadas de voz. Bem, isso não será mais um problema: a FCC ainda precisa fazer uma votação, mas deve facilmente descartar chamadas de voz em aviões.

Se o plano fosse aprovado, isso abriria um precedente para outros países — da mesma forma, por exemplo, que o Brasil liberou o uso de equipamentos eletrônicos a bordo algum tempo depois dos EUA. Como nota o USA Today, cerca de vinte companhias aéreas fora dos EUA permitem chamadas dentro do avião, e não houve muitos incidentes desagradáveis por causa disso — mas é melhor não arriscar.

Com informações: USA Today, The Next Web, The Verge.

EUA decidem não liberar ligações telefônicas via celular durante voos

via Tecnoblog

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *