Everlast: o caderno que pode ser reutilizado para sempre

O aplicativo de notas mais próximo quase sempre está no seu bolso, mas às vezes é melhor simplesmente usar papel e caneta. O Everlast é um caderno da Rocketbook voltado para quem ainda prefere esse velho meio analógico: ele pode ser reutilizado para sempre, funciona com canetas normais, tem um aplicativo para enviar suas notas para a nuvem e não precisa de bateria.

Visto de fora, o Everlast parece um caderno normal. Ele está disponível em dois tamanhos: um maior, com 32 páginas quase do tamanho de papeis A4; e um menor, com 36 páginas de 15×20 centímetros. A diferença é que as folhas são feitas de um polímero que permite apagar o conteúdo apenas passando um pano úmido. Quando o caderno acabar, basta fazer uma limpeza e começar de novo.

Todas as folhas contém QR Codes com o número da página, permitindo que você escaneie seus rabiscos por meio do aplicativo do Everlast sem se preocupar com a ordem. Também há ícones na parte inferior que indicam ao aplicativo o destino da sua anotação: você pode fazer uma marcação no papel para mandar sua nota para uma pasta no Google Drive, endereço de e-mail ou algum lugar do Evernote, por exemplo.

Segundo a Rocketbook, o caderno é “infinitamente reutilizável”, mas a empresa cita um número: você deve conseguir escrever e apagar cada página mais de 1.000 vezes. Ao escrever com a caneta Pilot FriXion, a tinta pode ser apagada completamente se você deixá-la no papel por menos de um mês; caso o tempo ultrapasse dois meses, haverá uma “mancha bem sutil” que só pode ser notada bem de perto e com boa iluminação, mas que não interfere no escaneamento das páginas.

Curiosamente, a empresa já havia lançado outro produto semelhante no passado, o Rocketbook Wave, mas ele era mais limitado: as folhas só podiam ser reutilizadas cinco vezes (embora haja relatos de consumidores que conseguiram reaproveitar o caderno mais de 20 vezes sem problemas), e para apagá-las era necessário esquentar o caderno no micro-ondas (!).

O Everlast está em campanha no Kickstarter e já arrecadou US$ 519 mil, bem mais do que os US$ 26 mil previstos para colocar o projeto em prática. O kit básico custa US$ 34 e inclui um caderno (de qualquer tamanho) e uma caneta Pilot FriXion (que também pode ser encontrada em papelarias).

Everlast: o caderno que pode ser reutilizado para sempre

via Tecnoblog

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *