As 7 melhores reportagens da SUPER em 2016

1. Por que ninguém viaja para o Brasil (junho)

07turismobrasil

(Estúdio Rufus)

Não somos um país de se jogar fora – a Amazônia, o Rio de Janeiro, as Cataratas do Iguaçu e milhares de outras atrações estão aí para mostrar que somos uma gracinha – mas recebemos menos turistas do que a Bulgária, a Tunísia ou até mesmo a cidade de Miami. Por que, hein? Esta reportagem descreve os problemas de marketing, estrutura e burocracia que afastam os gringos daqui – e nos fazem perder milhões de dólares todos os anos.

 

2. Como os políticos gastam seu dinheiro (agosto)

02gastossenado

Uma tabela com 500 mil dados tirados do Portal da Transparência. Foi o que caiu nas mãos das repórteres Pâmela Carbonari, Carol Castro, Marco Túlio Pires e do designer Flavio Pessoa. Depois de chafurdar por todos os excessos que nossos queridos deputados cometem com o dinheiro público, o resultado é esse infográfico lindão – e importantíssimo.

 

3. O seu segundo cérebro (julho)

03segundocerebro

(Dulla (foto) e Keeps minicenários (maquete))

A reportagem aborda uma descoberta recente (e inusitada) da ciência: o fato que de o nosso sistema digestório faz muito mais com o nosso corpo do que apenas processar os alimentos. Ansiedade, depressão, obesidade e até a forma como você pensa são regulados pelas bactérias do nosso intestino – que, inclusive, conta com meio bilhão de neurônios. Pense nisso – com o seu cérebro de baixo.

 

4. Hambúrguer, milk-shake e duas vezes mais poluição do que um carro (maio)

04vacaspoluicao

(Rafahell)

Essa reportagem trazia uma novidade chocante: o impacto do metano no aquecimento global estava sendo calculado todo errado – e descobriu-se que criar gado é muito pior do que se imaginava. Isso é especialmente grave no caso do Brasil, o país com o maior rebanho de corte do mundo. Estamos acostumados a ler que os países ricos e mais industrializados são os maiores culpados pelo efeito estufa – mas a real é participamos (e muito) do aquecimento do planeta. Nossas vacas estão literalmente arrotando e andando para o clima.

 

5. Livres, leves e loucos (abril)

05manicomios

(Filipe Redondo)

Parar de internar e prender pacientes com doenças mentais foi uma vitória para o Brasil – uma que foi ameaçada entre o fim de 2015 e o começo de 2016 com a entrada de um novo coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde, que parecia ser favorável aos manicômios. Nesta reportagem, mostramos a história da luta antimanicomial e discutimos as melhores formas de tratar esquizofrênicos, bipolares e depressivos: inserindo-os na sociedade e olhando para cada um individualmente. Dá para ver nossos personagens aqui.

 

6. Zarqawi (outubro)

06zarqawi

(André Ducci)

Esta história em quadrinhos conta de três formas paralelas a vida de um dos mais importantes líderes da Al-Qaeda, Abu Musab Al-Zarqawi: um terço narra as suas origens, outro terço fala de sua relação (de ódio) com o Ocidente, e o último terço descreve os ataques que o terrorista coordenou. Ele foi um dos homens mais procurados do mundo até a sua morte por um bombardeio americano em junho de 2006. A reportagem demorou três meses para ser produzida – e descreve como a vida e o legado de Zarqawi ajudaram a criar a mais perigosa organização terrorista atualmente: o Estado Islâmico.

 

7. 20 coisas que os médicos não contam para você (março)

01mentirasmedicos

(Dulla)

Em 2010, a médica Fernanda Ferrairo foi vítima de um erro médico e acabou condenada a sentir dor para sempre – e contou sua história aqui no ano passado. Em 2016 – e já colaboradora oficial da SUPER – ela resolveu investigar ainda mais fundo os bastidores do mundo da saúde e escreveu nossa capa de março “20 segredos que os médicos não contam”. Nela, ela revelou que 20% das cirurgias são desnecessárias e que médicos têm conflitos de interesse ao tratar pacientes.

 

 

E as 10 matérias mais acessadas no nosso site

1 – Science Kombat

2 – Cada atleta deve transar seis vezes por dia nos Jogos Olímpicos

3 – Por que ninguém viaja para o Brasil?

4 – 6 coisas que você provavelmente não sabia sobre o novo presidente do Brasil

5 – Faraó Tutancâmon tinha uma faca que veio do espaço

6 – Brasil terá frio escandinavo no dia dos namorados. Escandinavo mesmo

7 – Essa teoria de Stranger Things pode mudar tudo o que sabemos sobre a série

8 – “Procurando Dory”, na verdade, é um filme sobre deficiência intelectual – e isso é ótimo

9 – A nova droga nas baladas europeias… é uma que você quem sabe até já tomou hoje

10 – O que significa o Mc de sobrenomes como McFly, McDonald, McLaren…

via Superinteressante

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *